Encontro sobre Inspeções de Segurança Alimentar e das Atividades Económicas em Macau

Encontro sobre Inspeções de Segurança Alimentar e das Atividades Económicas em Macau

O primeiro Encontro entre os membros do Fórum das Inspeções de Segurança Alimentar e das Actividades Económicas (FISAAE) e o Fórum de Macau para debater da importância do comércio de Produtos Tradicionais dos Países de Língua Oficial Portuguesa realizou-se a 1 de julho, em Macau.

Durante o encontro, as partes revisitaram as temáticas da economia digital e a protecção e promoção da “Marca Lusófona”, as políticas alfandegárias de Macau e da China, entre outras. Macau recebeu pela primeira vez este Encontro como espaço que congrega os Países de Língua oficial e pela importância atribuída pelo Fórum Macau à área da Segurança Alimentar, pretendo o FISAAE estabelecer, a curto prazo, uma cooperação directa com o Fórum de Macau. Por outro lado, Macau criou no âmbito do projecto “Uma Plataforma, Três Centros” um Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa como instrumento de apresentação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China.

Com esta sessão de intercâmbio e debate pretende-se encontrar vias facilitadoras de entrada de produtos lusófonos no mercado chinês através de uma parceria com o Fórum Macau e os seus representantes, Delegados dos países membros deste mecanismo de cooperação que junta, em Macau, China e Países de Língua Portuguesa. Durante o Encontro será nomeado o Vice-Presidente do FISAAE e discutido o programa de actividades da Presidência de Timor-Leste para o biénio 2019-2020.

Cabo Verde está representado neste Encontro pela Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), membro do Fórum, na pessoa da sua Administradora, Patrícia Alfama, e acompanhado pelo Delegado de Cabo Verde junto do Fórum de Macau e ponto focal da Cabo Verde TradeInvest, Nuno Furtado.

O Fórum das Inspecções de Segurança Alimentar e Autoridades das Actividades Económicas (FISAAE) é constituído pelos nove países da CPLP e foi criado em 2013 por ocasião da realização do I Fórum das Autoridades de Inspecção Económica dos Países da CPLP na Praia. Desde a sua criação já foram realizados quatro Fóruns (Moçambique, Angola, Portugal, Timor-Leste) com o objectivo de estabelecer parcerias, promover adopção de boas práticas, fortalecer a acção inspectiva, promover a formação de quadros técnicos, prevenção de riscos emergentes e de forma geral desenvolver a cooperação na inspecção económica e segurança alimentar.