Arquivo do blog

Cabo Verde sobe 11 posições no ranking da Global Innovation Index

Cabo Verde subiu 11 posições no ranking geral e é a quarta melhor posicionada na África no ranking da Global Innovation Index 2021, numa classificação que é liderada por Suíça, Suécia, EUA e Reino Unido.

Saiba mais em: Cabo Verde sobe 11 posições no ranking da Global Innovation Index (expressodasilhas.cv)

Revista Checa Statuss destaca Cabo Verde como destino de investimento

A conceituada revista checa Statuss destaca, na sua última edição, Cabo Verde como um importante destino de investimento, caracterizando o país e a história das suas relações com a República Checa desde 1990, pela voz da vice-presidente e fundadora da Câmara de Comércio Checo-Cabo-verdiana, Mónica Sofia.

Leia o conteúdo aqui.

Recentemente, no mês de maio, a República Checa acolheu o primeiro Fórum de Investimento de Impacto e de Negócios Sustentáveis com Cabo Verde. A Cabo Verde TradeInvest esteve presente através da participação do seu Delegado na Europa do Norte, José Martins, numa iniciativa que visa promover o arquipélago naquele país europeu.

Leia mais: https://cvtradeinvest.com/news/cvti-participa-no-forum-de-investimento-e-de-negocios-sustentaveis-entre-a-republica-chega-e-cabo-verde

Sociave renova certificados e prepara-se para retoma do turismo

A Sociave – Sociedade Industrial de Produtos Avícolas SARL, maior produtora de ovos e frangos em Cabo Verde, renovou a sua certificação para referencial de Segurança Alimentar ISO 2200:2005 para ISO 22000:2018, cuja literatura ainda está toda em inglês. O sócio-gerente desta empresa afirma que se trata de um “grande salto” para a Sociave e vai coincidir com a retoma do turismo, que se espera seja em breve.

Saiba mais em: Sociave renova certificados e prepara-se para retoma do turismo – Mindel Insite

São Vicente entre os melhores lugares do mundo 2021

A prestigiada revista TIME incluiu a ilha de São Vicente na sua lista dos 100 melhores lugares do mundo de 2021 (World’s Greatest Places 2021), referindo-a como a ilha da “Music in the Air” e citando Cesária Évora e a morna.

O texto é ilustrado com uma fotografia da Baía do Porto Grande, onde se destaca a imagem do Floating Music Hub, concebido pelo renomado arquitecto nigeriano Kunlé Adeyemi, uma infraestrutura que irá funcionar como um centro multiuso para performances artísticas, com um estúdio de gravação musical que pretende atrair artistas do mundo inteiro.

Num mundo que começa a recuperar aos poucos, em que o sector das viagens e turismo foi particularmente afectado, esta distinção é um tributo às pessoas e empresas na vanguarda dessas indústrias que, apesar de circunstâncias verdadeiramente extraordinárias, conseguiram adaptar-se, construir e inovar.

A lista deste ano dos 100 lugares mais extraordinários a explorar destaca a engenhosidade, a criatividade e a capacidade de revitalização e traz esperança para a reabertura destes destinos em todo o mundo.

Cabo Verde está de parabéns e devemos todos estar orgulhosos e cheios de força para continuar a inovar e tornar o país cada vez mais atrativo e competitivo na arena mundial.

Aquasun Energia e Água confirma investimento de 23 milhões de euros até 2022

O grupo Aquasun Energia e Água em Cabo Verde confirmou na quarta-feira a realização, até 2022, de investimentos na ordem dos 23 milhões de euros no município do Porto Novo, Santo Antão e de 67 milhões de euros em São Domingos, Santiago.

Ler mais: Aquasun Energia e Água confirma investimento de 23 milhões de euros até 2022 (expressodasilhas.cv)

CVTI participa no fórum de Investimento e Negócios Sustentáveis entre a República Checa e Cabo Verde

CV TradeInvest participa em fórum de Investimento de Impacto e de Negócios Sustentáveis com Cabo Verde

A República Checa acolheu no do 21 de maio o primeiro Fórum de Investimento de Impacto e de Negócios Sustentáveis com Cabo Verde. A Cabo Verde TradeInvest esteve presente através da participação do seu Delegado na Europa do Norte, José Martins, numa iniciativa que visa promover o arquipélago naquele país europeu, informou hoje a organização.

O evento foi organizado pela Câmara do Comércio Checo-Cabo-verdiana, uma organização que promove o desenvolvimento dos negócios entre as empresas checas e cabo-verdianas e incentiva as entidades não-comerciais a desenvolver actividades entre os dois Países.

O fórum que aconteceu em suporte ‘online’, contou com as participações do vice-primeiro-ministro da República Checa, Karel Havlicek, do vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, e do ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva.

Participaram ainda o vice-ministro da Agricultura, Jiri Sir, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Martim Tapla, os embaixadores de Cabo Verde em Bruxelas e Portugal, José Filomeno e Eurico Monteiro.

“Neste projeto de construção de Cabo Verde como país plataforma, a diplomacia económica, mas sobretudo a nossa capacidade para atrair o investimento direto estrangeiro, é uma questão essencial, uma questão estratégica, determinante para o nosso futuro coletivo. Desde logo, a República Checa, enquanto país europeu, tem um papel importantíssimo a desempenhar enquanto investidor em Cabo Verde e tudo faremos para que isto aconteça”, enfatizou o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde.

Apelando ao interesse dos investidores e empresários checos, o governante garantiu o objetivo do executivo de oferecer “um bom ambiente de negócios”, assim como um “quadro macroeconómico estável, previsível, que cria confiança a todos os investidores, nacionais e internacionais”.

Saiba mais em: Cabo Verde aposta na diplomacia económica para captar investimento estrangeiro – Balai

Porquê Cabo Verde? Enrique Bãnuelos de Castro explica a escolha do país para o “Little Africa Maio”

“PORQUÊ CABO VERDE?

Cabo Verde tem uma localização única e privilegiada no Atlântico Médio, a 550 km do continente africano, a 3,5 horas de voo da Europa e do Brasil de 2 a 6 horas dos EUA, tendo todas as condições para se tornar um hub de serviços internacionais. Além de sua localização, Cabo Verde é um país seguro, com clima ameno e sem desastres naturais.

A estabilidade macroeconômica, paridade com o Euro, um Estado democrático, sem problemas raciais ou religiosos, amado por toda a comunidade internacional, e graças a Deus sem recursos naturais (diamantes, petróleo, etc.) que incitam a ganância e as guerras.”

Leia mais em: Maio Cape Verde, Little Africa a quality place to live – Maio, Cape Verde – Last Cabo Island Paradise

Cabo Verde mantém posição no Índice de Percepção da Corrupção

​A percepção sobre a corrupção no sector público melhorou em cinco países lusófonos, piorou em três e manteve-se em Cabo Verde, segundo o Índice de Percepção da Corrupção (IPC), divulgado hoje pela Transparência Internacional (TI). O país é o terceiro mais bem classificado da África subsaariana.

Saiba mais:

Cabo Verde mantém posição no Índice de Percepção da Corrupção (expressodasilhas.cv)