Notícias/Eventos

Porto Novo já exporta sabonetes e grogue – queijo é o próximo produto a chegar aos mercados internacionais

O sabonete e o “afamado” grogue do Tarrafal de Monte Trigo e Ribeira da Cruz são os produtos “made in” Porto Novo que já estão sendo exportados para destinos como Europa, Estados Unidos da América (EUA) e Macau.

Ler mais em:
https://noticias.sapo.cv/economia/artigos/porto-novo-ja-exporta-sabonetes-e-grogue-queijo-e-o-proximo-produto-a-chegar-aos-mercados-internacionais

Santo Antão: Produtos “made in” Santo Antão vão ter selo de origem que já está a ser criado

Os produtos da ilha de Santo Antão, como o grogue, o queijo, o café e outros, vão ter um selo de origem, que já está a ser criado visando a divulgação, valorização e promoção desses produtos locais.

O selo de origem para os produtos “made in” Santo Antão está a ser criado no âmbito do projecto Raízes (Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo em Santo Antão), que está a ser implementado, há dois anos, em Santo Antão, com o co-financiamento da União Europeia, em 55 mil contos.

Mais informações em:
https://noticias.sapo.cv/sociedade/artigos/santo-antao-produtos-made-in-santo-antao-vao-ter-selo-de-origem-que-ja-esta-a-ser-criado

 

Missão cabo-verdiana nos Estados Unidos para os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável

A missão cabo-verdiana que decorreu de 10 a 16 de maio no Estado de Massachusetts, Estados Unidos da América, teve como objectivo a mobilização de parcerias e desenvolvimento no âmbito do Programa das Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objectivos 20/30.

Os Presidentes das câmaras municipais da ilha do Fogo, Jorge Nogueira, Alberto Nunes e Fernandino Teixeira apostaram em encontros com as associações e investidores cabo-verdianos.

Ler mais em: http://www.rcv.cv/index.php?paginas=21&id_cod=20920

Banqueiros dos países lusófonos vão reunir-se em Macau

A diretora-geral do Departamento de Instituições Financeiras do Banco da China disse esta segunda-feira à Lusa que a Associação de Bancos de Macau vai acolher, ainda este mês, um encontro de governadores e líderes da banca lusófona.

Mais informações em:
https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/banqueiros-dos-paises-lusofonos-vao-reunir-se-em-macau-446560

Frescomar vai reinvestir oito milhões de euros e criar cerca de 250 postos de trabalho

A Frescomar empresa que tem uma facturação anual de cerca de 30 milhões de euros, tem em andamento um projecto de reinvestimento de oito milhões de contos, que irá duplicar a cifra de negócios da empresa. Para além de trazer novo impulso para o sector, este projeto irá criar cerca de 250 novos postos de trabalhos nas ilhas de São Vicente e Sal.

Conforme a Minuta da Convenção aprovada pela Resolução n.º 59/2019 de 09 de Maio, o projecto de reinvestimento apresentado pela Frescomar foi considerado de “grande valia para o sector da indústria pesqueira”.

Este projecto a ser implementado no período 2018-2020, prevê a ampliação da linha de produção de farinha de pescado (investimento de cerca de 400 mil euros) e a instalação de uma nova linha de enlatamento (250 mil euros) que criará 140 postos de trabalhos (dos 250 previstos para a carteira completa de projectos).

Mais informações em:

Frescomar vai reinvestir oito milhões de contos e criar cerca de 250 postos de trabalho

CNN destaca qualidade e raridade do Vinho do Fogo em reportagem

O canal norte-americano CNN realizou uma reportagem sobre o vinho que é produzido na ilha do Fogo, identificado como um mercado de nicho pela invulgaridade do local onde é plantado e as condições pouco comuns do território em comparação com a restante indústria mundial.

Após uma pequena abordagem sobre a produção do vinho no continente africano, com distinção da África do Sul que já atingiu um reconhecimento internacional, a reportagem da CNN identifica a cultura nacional e a específica do Fogo, onde o vulcão é considerado o motor da ilha.

Como centro catalisador, o vulcão é a origem da maioria das produções do Fogo e foi o primeiro espaço a receber as plantações de vinha, originárias do vinho. Pelas condições específicas do vulcão, mas também de toda a terra de cultivo da ilha influenciadas pela sua vulcanicidade, é atribuído ao suco produzido características completamente diferenciadoras em comparação com o produto convencional que é o vinho.  

A reportagem conta com uma entrevista de Maria Graça, supervisora de uma das marcas mais recentes da ilha, Maria Chaves, e outras entidades de relevo do Fogo.

O vinho é identificado como uma cultura já bastante antiga e implementada por agentes externos à ilha. No entanto, a partir da sua implementação e com o aumento da produção e consumo, está a tornar-se cada vez mais comum na mesa cabo-verdiana.

A procura é atualmente superior à quantidade do produto que é colocada no mercado nacional e, a nível internacional, o vinho do Fogo destaca-se cada vez mais como um dos produtos Made in Cabo Verde de referência.

​Cabo Verde e Angola querem melhorar ambiente de negócios para investidores dos dois países

Cabo Verde e Angola querem reforçar a cooperação na área monetária e avançar para a livre circulação de capitais entre os investidores dos dois países. Abertura manifestada esta quinta-feira no encontro entre o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, e o vice-Governador do Banco Nacional de Angola, Minguês de Oliveira, em Luanda.

Mais informações em: https://expressodasilhas.cv/politica/2019/05/03/cabo-verde-e-angola-querem-melhorar-ambiente-de-negocios-para-investidores-dos-dois-paises/63630

Governo aprovou 234,5 milhões de euros em investimentos entre 2018 e 2019

São 234,5 Milhões de Euros, equivalentes a 53 projetos de investimentos que foram aprovados entre 2018 e início de 2019.

Em 2018 a Cabo Verde TradeInvest aprovou 42 projetos. No primeiro trimestre deste ano foram aprovados mais 11, fazendo um total de 53.

O grosso deste investimento está canalizado para o setor do turismo, seguido da industria e serviços.

As ambições deste Governo, suportadas pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável – PEDS (2017/2021) e o Programa do Governo elegem o setor privado como o pilar do desenvolvimento de Cabo Verde.

Esta dinâmica suportada pelos projetos como a Plataforma Turística, o Hub Aéreo e a edificação de uma Zona Franca Comercial vão fazer com que, segundo estipula o PEDS, o desenvolvimento chegue a todos os cantos de Cabo Verde.

Mais informações em:

234,5 Milhões de Euros em investimento

Presidente da Cabo Verde TradeInvest acompanha Vice-Primeiro Ministro em missão empresarial a Angola

A presidente da Cabo Verde TradeInvest, Ana Lima Barber, partiu em missão com o Vice-Primeiro Ministro e Ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, juntamente com uma delegação empresarial a Angola, numa visita oficial de três dias, que será concluída a 4 de maio.

O Governo tem promovido o reforço e o desenvolvimento de mecanismos eficazes de cooperação com Angola, reconhecendo o país como um parceiro de grande importância, no sentido de aprofundar a relação histórica entre os dois estados.

Além da presidente da CV TradeInvest, a delegação é também constituída por responsáveis de institutos públicos, empresários e gestores, nomeadamente o Presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Cabo Verde, PCA da ASA, Presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Sotavento, PCA da UNITEL T+ e do banco BAI Cabo Verde.

Cabo Verde sobe quatro posições no ranking da liberdade de imprensa

Cabo Verde melhorou a sua posição no Ranking da Liberdade de Imprensa organizado pela ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF). De 29º em 2018, Cabo Verde passou para 25º, em 2019. 

Mais informações em: https://expressodasilhas.cv/pais/2019/04/18/cabo-verde-sobe-quatro-posicoes-no-ranking-da-liberdade-de-imprensa/63433