Arquivo do blog

BSS Ltd e CVTI assinam acordo para construção e gestão de parque científico

A BSS Ltd, empresa com sede em Londres, assinou um memorando de entendimento com a Cabo Verde TradeInvest com o objetivo de desenvolver uma parceria entre as duas instituições para o desenvolvimento de um Parque Científico com a possibilidade de incluir um Parque de Investigação, um Parque Tecnológico, um Parque Industrial, um Parque de Jogos, um Parque Verde e um Parque Empresarial.

Com a assinatura do acordo, as partes comprometem-se a encontrar parcerias e alianças estratégicas com empresas dos sectores privado e público, o que permitirá reforçar a competitividade do Parque Tecnológico nos mercados regionais, com base, nomeadamente, na qualidade dos serviços e da mão-de-obra.

As áreas de colaboração abrangem a alta tecnologia e outros sectores específicos, incluindo Tecnologia e inovação; Indústria e matérias de ponta; Sectores interligados e autónomos; NewSpace; Infra-estruturas e segurança; Investigação e incubação de áreas de crescimento; Desenvolvimento de patentes e investigação académica.

De acordo com o entendimento da BSS Ltd, a estabilidade política e social de Cabo Verde e a criação do estado da arte e de infraestruturas de classe mundial, criará um ambiente altamente seguro, servindo de centro altamente competitivo para a sub-região e não só, atrairá novos investimentos, uma vez que a BSS negociará a instalação de sedes regionais de “majors” digitais e outras.   

CV TradeInvest recebe missão organizada pela Câmara de Comércio Checo-Cabo-verdiana

A agência de promoção de Investimento e Exportação, Cabo Verde TradeInvest, vai receber uma missão de empresários de diferentes países da União Europeia, integradas no projecto Green Small Smart Cities, organizada pela Câmara de Comércio Checo-Cabo-verdiana. As instituições vão realizar encontros de negócios na agência com diversas organizações de Cabo Verde no dia 15 de março, terça-feira, a partir das 10h.

A missão integra seis áreas dedicadas às Energias Renováveis representadas, cada uma, por um promotor:  Cluster Nanoprogress e Nanotech Dynamics, Cluster de Energia Solar- Solartys, Cluster Catalan Water Partnership, Cluster Mazovia ICT e Cluster Greentech.

As organizações estarão em Cabo Verde com o objectivo de conhecer melhor o mercado nacional e as empresas ou instituições que operam no setor das Energias Renováveis, no sentido de estabelecer parcerias e encontrar oportunidades para financiamento de projectos.  

O projecto Green Small Smart Cities é financiado pelo Cosme Cluster Go International, o Programa da União Europeia para a Competitividade de Empresas e PMEs.

A Câmara de Comércio Checo-Cabo-Verdiana é uma organização não governamental, situada na cidade de Praga, que promove o desenvolvimento dos negócios entre as empresas checas e cabo-verdianas, além de incentivar a diplomacia económica entre os dois países.

Saiba mais sobre as instituições:

  • Cluster Solartys

É uma organização sem fins lucrativos que trabalha, desde 2009, com toda a cadeia de valor da energia solar, fabricantes e distribuidores de materiais e componentes, engenharia, instaladores e promotores de projetos de energia solar.

  • Cluster CATALAN WATER PARTNERSHIP (CWP)

Cluster Catalão dedica-se ao uso sustentável da água e localiza-se a nordeste de Espanha. A CWP foi lançada em 2008 como uma associação estratégica sem fins lucrativos orientada para negócios, cuja missão é melhorar a competitividade dos seus membros. O CWP envolve consultorias, centros de pesquisa, fabricantes de equipamentos e outras entidades envolvidas no ciclo da água e nas soluções para o uso sustentável da água. O CWP promove projetos e colaborações a vários níveis para desenvolver soluções inovadoras e sustentáveis para as necessidades globais de água.

  • CLUSTER GREENTECH

Desde 2017, o Greentech Clust-ER visa apoiar empresas, universidades, centros de pesquisa e educação, para a colaboração junto dos formuladores de políticas e outros stakeholders para alcançar uma sociedade mais sustentável.

A Greentech Clust-ER centra a sua ação em duas Cadeias de Valor de investigação e inovação:

  • Economia de Baixo Carbono para promover a transição da economia para uma maior sustentabilidade ambiental, reduzindo a dependência de fontes fósseis.
  • Trabalha para a Sustentabilidade Ambiental e Serviços Ecossistêmicos para melhorar a gestão de ecossistemas degradados e/ou vulneráveis e o controlo ambiental em todos os seus compartimentos (ar, água, solo) por meio do desenvolvimento de remediação e tecnologias com abordagem circular.
  •  Mazovia Cluster ICT

Mazovia Cluster ICT reúne os projetos de desenvolvimento implementados em benefício da região e do país, apoiados no setor das PME.

  • Cluster NANOPROGRESS

A visão da Nanoprogress é desenvolver e implementar procedimentos tecnológicos inovadores de funcionalização de nano fibras na sua forma tecida e não tecida com elevado valor acrescentado para futuros produtos industriais orientados para o cliente e com impacto ambiental positivo.

  • Cluster Catalan Water Partnership

Foi fundada em setembro de 2015 em Alcobendas (Madrid) com duas atividades principais, Dessalinização da Água do Mar e Eficiência Energética.

Com o know how e técnicos com mais de 20 anos de experiência, estão aptos a apoiar as empresas do mundo da água com soluções e insumos para enfrentar os seus grandes projetos com garantias de sucesso tanto económico como nos prazos de entrega.

Palmeira da Cruz Eco-Lodge recebe certificado de investimento

O empreendimento turístico Palmeira da Cruz Eco-Lodge, situado no Concelho da Ribeira Grande, na ilha de Santo Antão, recebeu o certificado de registo de investimento, entregue pelo gestor de clientes da Cabo Verde TradeInvest, Amílcar Brito, na delegação de São Vicente, no dia 15 de fevereiro.

O projecto que já se encontra em fase de construção na localidade de Chã de Pire, na zona de Cruzinha, corresponde a um investimento de origem belga de 46.838.466$00 escudos cabo-verdianos e irá criar 12 postos de trabalho. Será um empreendimento com 12 quartos, constituído por vilas separadas por uma área para produção de verduras e hortaliças, que se destinam ao consumo do hotel.

O Palmeira da Cruz Eco-Lodge está enquadrado numa zona piscatória e de forte produção agrícola, e tem como objectivo a preservação e recuperação do património natural, paisagístico e cultural da região. É com essa finalidade que os seus promotores vão adoptar medidas de reutilização da água para a irrigação das plantas, tratamento ecológico para os resíduos do esgoto, para além da captação de águas pluviais para zonas de cultivo e jardinagem.

Projecto Brava Resort & Conference Center é aprovado pelo Governo

O Governo de Cabo Verde aprovou a Convenção de Estabelecimento do projeto Brava Resort & Conference Center, com inauguração prevista para 2025.Este projeto, inédito na ilha Brava, incorpora um conjunto de ofertas de alta qualidade, incluindo restauração, spa, aluguer de espaços para conferências, eventos e reuniões, ginásio e infraestruturas de lazer.

O Brava Resort & Conference Center será um contributo para transformar a ilha num destino turístico de conferência, natureza e cultural, com particular foco no mercado norte-americano, visando atrair a primeira, segunda e terceira gerações da diáspora cabo-verdiana nos Estados Unidos.

Este investimento, orçado em cerca de €32 milhões, será implementado em Nova Sintra, num terreno cedido pela Diocese de Cabo Verde.

O projeto, implementado em duas fases, prevê a construção de um centro de conferências e um resort com 172 quartos de luxo, totalizando 330 camas. Prevê-se, ainda, a reabilitação de prédios abandonados, transformando-os em pequenas unidades turísticas. O Brava Resort & Conference Center contará, também, com os serviços de uma frota de 4 autocarros e 8 hiaces e investirá no ferry “Liberdadi”, em regime de leasing. Outros serviços turísticos incluem aluguer de veleiros e bicicletas, aluguer de equipamentos de desporto náutico e excursões de barcos.

Este é um investimento que deverá criar um total de 180 empregos diretos. Uma importante componente do projeto será a operacionalização de uma embarcação própria, construída de raíz, com capacidade para 400 passageiros e 50 viaturas, garantindo o transporte e a operação marítima de e para a Brava, realizando ligações com as ilhas do Sul do país: Fogo, Santiago e Maio.

Green Card para titulares de segunda residência em Cabo Verde entra em vigor

O Governo de Cabo Verde aprovou, na semana passada, os dispositivos legais que viabilizam o “Green Card” – um novo estatuto para titulares de segunda residência em Cabo Verde.O “Green Card” é uma modalidade de Autorização de Residência, com a particularidade de conferir autorização de residência permanente em Cabo Verde, assim como um conjunto de benefícios fiscais. Sendo o reforço da competitividade, a atração de investimentos e a requalificação do turismo pilares centrais da economia cabo-verdiana, o Governo acredita que a viabilização do “Green Card” poderá colocar Cabo Verde no mapa de importantes investimentos internacionais na área da imobiliária turística e, assim, contribuir para a dinamização do setor da construção civil e, consequentemente, da economia cabo-verdiana de modo geral, nomeadamente através da criação de emprego.

Med Sal Residence recebe certificado de investimento

O projecto da clínica médica Med Sal Residence, localizado na cidade de Santa Maria, na ilha do Sal que engloba uma componente com apartamentos, virada para o turismo de saúde, foi aprovado e já recebeu o seu certificado de registo de investimento da Cabo Verde TradeInvest, entregue à empresa promotora M&M Soluções Médicas, constituída pelos sócios cabo-verdianos José Moniz e António Moniz.

O investimento é de 3.873.464 euros (três milhões, oitocentos e setenta e três mil, quatrocentos e sessenta e quatro euros) com a possibilidade de criar 83 empregos diretos.

A clínica vai servir a população nacional e também os turistas com um bloco com área de cirurgias, área de consultas externas, imagiologia, enfermaria, centro de fisioterapia e de reabilitação, tratamentos emergenciais, parte administrativa e de formação, além de uma cafetaria e área comercial destinada a loja de conveniência, tal como uma piscina com profundidade máxima de 1,45m.

As habitações serão constituídas por escritórios e apartamentos de tipologia T0 a T3, promovendo uma vertente turística ligada à saúde.

O projecto também tem previsto animação cultural, hidroterapia, talassoterapia, ginásio e neuro-reabilitação.

The Box – Casual Food and Drink já tem certificado de investimento

A Cabo Verde TradeInvest liderou o processo de aprovação do projecto de investimento 100% cabo-verdiano “The Box – Casual Food and Drink”, promovido pela sociedade Alliance Invest – Entertainment.

Este empreendimento do setor da restauração, que ficará situado em Santa Maria, na ilha do Sal, prevê a construção de um restaurante fast food, que aposta na fusão de sabores únicos e tem vocação cosmopolita. O “The Box – Casual Food and Drink” especializa-se em hambúrgueres gourmet, baguetes, couverts, pratos tradicionais, sobremesas, bebidas, petiscos e aperitivos.

O restaurante irá apostar na entrega de comida rápida e na prestação de serviços diversificados a preços competitivos.
Avaliado em 7.060.034 ECV, este investimento de promotores nacionais deverá criar pelo menos nove postos de trabalho diretos. 

Cabo Verde sai da lista vermelha do Reino Unido

Cabo Verde sairá da lista vermelha do Reino Unido já no próximo dia 11 de Outubro. Esta decisão reduz as restrições até aqui impostas aos viajantes que chegam ao Reino Unido a partir das nossas ilhas. Sendo este um dos nossos principais mercados emissores de turistas, estão assim criadas condições para reconquistarmos turistas ingleses! Uma boa notícia para o turismo nacional!

Américo’s investe em novo restaurante no aeroporto do Sal

O projeto da Sociedade Américos – Restaurante foi aprovado e irá nascer um novo restaurante no terminal de partidas do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal. Este empreendimento, do promotor cabo-verdiano Américo José Soares, irá oferecer aos que estiverem de passagem pelo Aeroporto do Sal gastronomia cabo-verdiana e internacional, em especial marisco e pescado, apostando em petiscos e pratos confeccionados com produtos agrícolas nacionais.

Como souvenir da sua estadia em Cabo Verde, os turistas poderão também desfrutar de sessões de degustação da culinária nacional.

O conceito que define o restaurante assenta numa mistura de tradição, luxo, modernidade e qualidade. O espaço terá um salão principal, com capacidade para 60 pessoas sentadas e 10 ao balcão, e uma esplanada com capacidade para 80 pessoas. A cozinha terá capacidade para confeccionar duzentas refeições quentes por hora, assim como refeições frias e ligeiras. Além de qualificar a experiência de quem passa pelo Aeroporto do Sal, este novo restaurante representa um investimento de 28.827.645$ e contribuirá para a criação de 22 postos de trabalho.