Arquivo do blog

Nortuna adquire navio para projecto de aquacultura

O projeto de aquacultura, da empresa norueguesa Nortuna AS, avança a bom ritmo. Já chegou ao Porto Grande, no Mindelo, o navio Almadraba, desenvolvido especificamente para aquacultura e com características técnicas próprias para a prática desta atividade industrial.

O navio tem uma grua traseira com capacidade para 19 toneladas, que será utilizada, nesta fase piloto, para colocação de jaulas e outros equipamentos no mar, aos quais também garante a manutenção, e para alimentar os peixes em cativeiro. Até à data, Cabo Verde não dispunha de nenhuma embarcação com estas características e será, portanto, uma mais-valia também para projetos desenvolvidos futuramente.

Em Julho próximo, a empresa dará início ao projeto piloto de criação em aquacultura do atum bluefin. Segundo a Nortuna, o Almadraba é suficiente para prestar todo o apoio necessário nesta fase piloto. Contudo, no próximo ano chegará ao país um navio maior, com outras condições, para a fase de expansão do projeto. Sucessos é o que desejamos à Nortuna, esperando que este projeto possa trazer muitos benefícios ao País.

Confeções Alves Monteiro: Um caso de sucesso costurado com resiliência

Quatro máquinas em segunda mão, compradas com grande esforço pelo casal João Pedro Lopes Monteiro e Isabel Alves Fernandes, marcam o início da Confecções Alves Monteiro. A primeira delas era uma Bagati, que custou 33 mil escudos. Começaram por fazer consertos e, para entender o processo, descosturavam peças prontas e refaziam-nas, para aprender como tinham sido costuradas … e o negócio foi crescendo a partir daí! Esta é a estória desta empresa genuinamente cabo-verdiana, alinhavada e costurada com muita resiliência.


Com orgulho, Jael Alves Monteiro, filha do casal e atual responsável da Confecções Alves Monteiro, conta-nos que a empresa nasceu nos anos 80, resultado de um legado familiar, já que, décadas antes, o seu pai havia aprendido em casa a arte de costurar.


Com o aumentar das encomendas, empregaram mais jovens, abriram uma pequena oficina para dar resposta às solicitações e formalizaram a empresa em 1995. A ambição, o empenho e o trabalho árduo contribuíram para que a Alves Monteiro seja hoje a maior fábrica de confecções do país com capital 100% cabo-verdiano, empregando cerca de 70 funcionários, maioritariamente mulheres, e com presença comercial em todas as ilhas. A Alves Monteiro opera na zona industrial de Achada Grande Trás, na capital, tem lojas próprias em Santiago, S. Vicente, Fogo e Sal e representações comerciais, que revendem as suas peças, nas restantes ilhas do país. O seu produto de maior procura são os uniformes, para os mais diversos fins, desde escolares a hospitalares.


Influenciada pelo exemplo dos pais, a marca Shanna, uma espécie de “spin off” da Alves Monteiro, nasce em 2018, por iniciativa de Jael Alves Monteiro. Criada para o público feminino, produz vestuário, lençóis, toalhas de banho, pijamas e pensos higiénicos reutilizáveis. Emprega apenas jovens mulheres e aposta num conceito “plastic free” e “eco friendly”. O objectivo de futuro é conseguir exportar para os PALOP e CEDEAO, mercados promissores, pelo número de potenciais clientes e pela vasta procura a nível têxtil.


No entanto, a pandemia testou a capacidade de resiliência da Confecções Alves Monteiro, que teve de fazer adaptações a nível sanitário. Por outro lado, também ofereceu oportunidades à empresa, que contratou mais pessoal para conseguir dar resposta à nova necessidade do mercado: as máscaras reutilizáveis.


“Como empresária, vejo a pandemia como uma oportunidade para reestruturar o nosso negócio, inovar e transformar os desafios em oportunidades de crescimento”, afirma a gestora. E é por isso que a responsável pelas duas empresas afirma que o ano de 2020 foi o melhor “mesmo com a pandemia e devido à pandemia”.


Em 2021, a Alves Monteiro continua a enfrentar o desafio de se manter no mercado (e de florescer!) nesta nova realidade. De acordo com a gestora, baixar os braços não é opção e, por isso, a todo o vapor, continuam a desenvolver novos produtos que possam fazer sentido no mercado e, assim, enfrentar a pandemia com a mesma resiliência com que as marcas Alves Monteiro e Shanna são já conhecidas.

Água Luxury Resort recebe certificado de investimento

O projecto Água Luxury Resort recebeu o certificado de registo de investimento, entregue pela Cabo Verde TradeInvest através da gestora de clientes, Sandra Nazaré, a Massimo Faelli, sócio da sociedade LH Turística, no dia 5 de maio, na ilha do Sal, em Santa Maria.

O empreendimento turístico é um investimento italiano que se vai instalar na Praia do Estoril em Sal Rei, na ilha da Boa Vista.

O investimento está orçado em 617.873.235$00 (seiscentos e dezassete milhões e oitocentos e setenta e três mil duzentos e trinta e cinco escudos) e prevê a criação de 53 postos de trabalho.

O projecto consiste na construção de um resort numa área de 7.140m2 com 72 quartos, dos quais 20 serão suites, num total de 75 camas, além de espaços dedicados à recepção, bar, restaurantes, spa, ginásio, piscinas, áreas de jardim e teatro.

Guia de Investimento em Cabo Verde

O Guia de Investimento em Cabo Verde, realizado pela Cabo Verde TradeInvest, pretende conceder as informações base sobre o país, os benefícios e os passos para realizar investimento nacional.

Saiba mais em: Guia-do-investimento2021.pdf (cvtradeinvest.com)

Portoil recebe certificado de registo de investimento pela Cabo Verde TradeInvest

A Cabo Verde TradeInvest entregou o certificado de registos de investimento ao representante da Portoil Energy Lda, Adalberto Mendes, através da gestora de clientes, Eunice Fernandes, na sede da agência, na cidade da Praia.

A empresa irá ficar instalada na capital de Cabo Verde desenvolvendo o negócio de comercialização internacional de produtos petrolíferos a grosso, designadamente combustíveis sólidos, líquidos e gasosos, como petróleo e gás.

A Portoil Energy Lda foi registada no Centro Internacional de Negócios de Cabo Verde (CIN-CV), enquadrando-se nos moldes das organizações beneficiárias do regime de incentivos do CIN-CV.

O projecto representa um investimento inicial de 175 510 (cento e setenta e cinco mil, quinhentos e dez euros) e prevê a criação de 10 postos de trabalho.

Projecto MaiHotel recebe certificado de investimento

 

A Cabo Verde TradeInvest entregou o certificado de registo de investimento ao representante do projecto MaiHotel Club, Adalberto Lopes Semedo, pela gestora de clientes, Luísa Tavares, na quinta-feira, dia 8 de abril, na sede da agência na cidade da Praia. O empreendimento turístico vai situar-se em Porto Inglês, na Vila do Maio.

Trata-se de uma unidade hoteleira a ser construída, que pretende oferecer um turismo sénior de alta gama sob o conceito “Adults Only” com 60 suites entre apartamentos e escritórios, divididos em três centros.

O primeiro, denominado de Centro de Vida, será composto por sete boutiques, um espaço para a prática desportiva, um espaço de saúde ao ar livre, dois restaurantes, dois bares, um clube musical privado, uma piscina, uma praia privada, um centro de pesca desportiva, um espaço para animação cultural e outros serviços.

O segundo centro vai dedicar-se aos negócios e terá escritórios, secretariado internacional, centro de formação, sala de conferências e outros serviços.

Por fim, um centro de bem-estar composto por clubes de fitness, spa, centro de beleza, e outros serviços complementares.

O projecto de investimento está orçado em 7.200.000 de euros (sete milhões e duzentos mil euros) e prevê a criação de 60 postos de trabalho.

“Four Points by Sheraton” lança a primeira pedra em São Vicente

A primeira pedra do hotel “Four Points by Sheraton”, marca do grupo internacional Marriot, vai ser lançada oficialmente, esta terça-feira, dia 16 de fevereiro, às 17h30, na Avenida Marginal, zona da Laginha, na cidade do Mindelo. O evento, que é organizado pela Cabo Verde TradeInvest, vai ser presidido pelo Primeiro-Ministro, Ulisses Correia e Silva.

A Sociedade Maseyka Holdings Investments, dos sócios Roger Tchoufa e Julius Akene, naturais dos Camarões e residentes nos EUA, vai fazer um investimento de 61.900.000€ (sessenta e um mil e novecentos milhões de euros) para a construção, implementação e exploração de dois hotéis de 5 estrelas.

O primeiro hotel será gerido pela marca “Four Points by Sheraton” e terá 128 (cento e vinte e oito) quartos. O segundo hotel será gerido pela marca “Le Meridien” com a categoria de cinco estrelas Premium e contará com 172 (cento e setenta e dois) quartos.

Ambos os hotéis terão restaurantes, bares, zonas de lazer e entretenimento, piscinas, SPA, health club, salas de congressos e reuniões, cinema, lojas assim como por outras facilidades complementares, necessárias ao funcionamento do empreendimento.

Através de acordos de franchising das marcas o grupo Marriot Internacional cumpre a representação dos seus primeiros hotéis em Cabo Verde.

Prevê-se que o investimento resulte em 500 postos de trabalho diretos com a finalidade de reforçar a oferta turística e melhoria de serviços prestados na ilha de São Vicente.

No ato também participará o embaixador dos Estados Unidos, Jeff Daigle, relembrando que este é um projecto que representa também a importante ligação de cooperação entre os EUA e Cabo Verde. O evento contará também com a presença do Presidente do Conselho da Cabo Verde TradeInvest, pelo promotor Julius Akene e o Presidente da Câmara Municipal de São Vicente, para além do Ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga.

O grupo Marriot pretende adicionar mais 40 novas propriedades no continente africano até 2023, representando uma oferta de 8000 quartos. Atualmente o grupo está no Top 10 das maiores redes hoteleiras mundiais da Hotels Association, presente em mais de 70 países com mais de uma dezena de marcas.

As marcas “Four Points by Sheraton” e “Le Meridien” fazem parte da linha Premium do grupo Marriot Internacional.

Residencial Santo Amaro recebe certificado de investimento da CV TradeInvest

A Cabo Verde TradeInvest entregou o certificado de registo de investimento para o projecto Residencial Santo Amaro, através da gestora de clientes, Eunice Fernandes, ao promotor Aristides Cardoso Pereira, no dia 25 de janeiro, na sede da agência, na cidade da Praia.

O projecto vai localizar-se no município do Tarrafal em Achada Baixo. O investimento de 42.062.000$ (quarenta e dois milhões, sessenta e dois mil escudos) consiste na construção de um edifício de estrutura da residencial. Serão três pisos com 10 quartos e 20 camas, com um restaurante, um espaço comercial, um bar e uma piscina. A previsão é de criação de 12 postos de trabalho direto.

O empreendimento pretende tornar-se numa referência no setor turístico na sua localidade do Tarrafal, com o objectivo de ser uma oferta de qualidade e excelência com condições de concorrer com outros espaços similares no mundo inteiro.

Viveiro Golf Resort: Vai nascer no Sal o primeiro campo de golfe relvado de Cabo Verde

As obras iniciadas em 2019 estão a decorrer a todo o vapor para, em abril deste ano, Cabo Verde ganhar o seu primeiro campo de golfe relvado de nove buracos. Vai se chamar Viveiro Golf Resort e terá capacidade para empregar diretamente 30 pessoas.

Saiba mais em: Viveiro Golf Resort. Nasce no Sal o primeiro campo de golfe relvado de Cabo Verde   – Desporto – Santiago Magazine

Cabo Verde e China assinam acordo de cooperação económica no valor 1,4 milhões de contos

Cabo Verde e China assinaram, esta quinta-feira, um acordo de cooperação económica no valor 1,4 milhões de contos destinados à construção do edifício da maternidade e pediatra, em São Vicente, e para financiar outros projectos, a identificar, na área de desenvolvimento económico.

Saiba mais em: https://expressodasilhas.cv/pais/2021/01/29/cabo-verde-e-china-assinam-acordo-de-cooperacao-economica-no-valor-14-milhoes-de-contos/73163

Página