Notícias/Eventos

Governo decide reduzir prazos de decisão dos estudos de impacto ambiental

O Governo vai reduzir os prazos de decisão dos estudos de impacto ambiental (AIA) para garantir a celeridade na implementação dos investimentos, conforme anunciou esta manhã o Ministro de Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire.

“Com esta proposta, estamos a diferenciar os níveis de projetos e a reduzir o prazo de decisão dos estudos de impacto ambiental”, disse o Ministro, acrescentando que de 115 dias passará para 80 dias de decisão pelo Estado, relativamente aos projetos com forte impacto ambiental, permitindo assim garantir a celeridade na implementação dos investimentos.

Mais informações em: https://www.governo.cv/governo-decide-reduzir-prazos-de-decisao-dos-estudos-de-impacto-ambiental/

 

Apresentação Pública da Participação de Cabo Verde na Expo 2020 Dubai

O Governo de Cabo Verde, através da Comissão Geral Cabo Verde Expo 2020 Dubai, irá realizar a Apresentação Pública da Participação de Cabo Verde na Expo 2020 Dubai, no dia 10 de fevereiro, às 16 horas, no Hotel Praia Mar.

Fórum Económico “Mar e Inovação, drivers da Economia Global” em Cabo Verde

No próximo dia 5 de dezembro, a AICEP e a Embaixada de Portugal em Cabo Verde organizam o Fórum Económico em Cabo Verde, em conjunto com as entidades cabo-verdianas, um Fórum Económico, no âmbito das comemorações do V Centenário da Viagem de Circum-Navegação de Fernão de Magalhães, subordinado ao tema “Mar e Inovação, Drivers da Economia Global”.

O evento conta ainda com a presença do Administrador Executivo da Cabo Verde TradeInvest, José Almada Dias, no painel “Oportunidades de Investimento em Cabo Verde”, o Secretário de Estado para a Economia Marítima de Cabo Verde, Paulo Veiga, no painel “Plano do Governo de Cabo Verde para a Economia Marítima”, o Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, no painel “Estratégia do Governo de Cabo Verde na área da Inovação”, e debate sobre “Portugal e Cabo Verde: Oportunidades de Negócio e Parcerias no Setor da Economia Marítima, Inovação e Empreendedorismo” entre as empresas Grupo ETE (Portugal), LBC (Portugal), ISONE Information Systems (Cabo Verde) e STEM Center (Cabo Verde). 

Estas comemorações abraçam temáticas que estão atualmente na agenda internacional, como o conhecimento e a tecnologia, os oceanos e as alterações climáticas, e o contacto entre os diversos atores da globalização, através da comunicação em redes de partilha de informação e recursos, de forma a que ao pensarmos o passado possamos projetar o futuro.

Cabo Verde encontra-se a desenvolver o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS) 2017-2021, que tem por objetivo, entre outros, “fazer de Cabo Verde uma economia de circulação, localizada no Atlântico Médio”, transformando o país em várias plataformas, entre as quais Marítima e na área Digital e da Inovação (eixos centrais do Fórum Económico), o que constitui uma excelente oportunidade para as empresas portuguesas participantes.

A participação neste evento é gratuita, mas de inscrição obrigatória, através do email: aicep.praia@portugalglobal.pt. A consulta ao programa do evento pode ser efetuada aqui.

 

NOSI representa Cabo Verde no 14º fórum sobre governança na internet na Alemanha

O Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI) representa Cabo Verde no 14º fórum anual sobre a Governança na Internet que decorre de 25 a 29, em Berlim, Alemanha.

O Fórum de Governança da Internet (IGF), cujo tema deste ano é “One World. One Net. One Vision”, que quer dizer “Um mundo. Uma net. Uma visão”, reúne durante cinco dias todos os intervenientes nas discussões sobre questões relacionadas à Internet, assim como para trocas de informações e compartilhar as boas práticas entre os participantes.

Saiba mais em: https://www.inforpress.cv/praia-nosi-representa-cabo-verde-no-14o-forum-sobre-governanca-na-internet/

Ocean Week 2019 já começou

De 25 a 29 de Novembro 2019 – Cidade de Mindelo, Ilha de São Vicente. A ser realizado em vários pontos estratégicos da cidade da baía do Porto Grande. O formato e modelo de organização será padronizado em conformidade com os grandes eventos mundiais sobre o Mar e os Oceanos com adaptações necessárias para o contexto sociocultural do país.

Saiba mais em: https://caboverdeoceanweek.cv/

Cabo Verde TradeInvest participou na FIC 2019

A Cabo Verde TrdeInvest participou na XXII edição da Feira Internacional de Cabo Verde – FIC 2019, que se realizou este ano que se realizou de 13 a 16 de novembro na cidade do Mindelo, sob o lema “Cabo Verde, uma economia de circulação no atlântico médio”.

Em representação da agência de promoção de investimento e exportação de Cabo Verde esteve o Administrador executivo, José Almada, e os técnicos Amílcar Brito e Ana Paula Rodrigues.

CV TradeInvest e Inter Cidades Rent-a-car participam na Auto Expo Macau 2019

A Exposição Internacional de Automóveis, que decorreu de 25 a 27 de Outubro, no Centro de Exposição do Venetian, Macau, continua a ter o objetivo de alavancar Macau como uma plataforma para empresas na China e nos países de língua portuguesa, para intensificar sua plataforma de serviços de negócios para promover a indústria automobilística chinesa no mundo e promover uma economia moderadamente diversificada em Macau.

Para este evento a CV Tradeinvest e a Inter Cidades Rent-a-car estiveram presentes, por um lado, com o objetivo de promover o ambiente de negócios em Cabo Verde, através de sessões de esclarecimento sobre os processos de investimentos e estabelecimentos de empresas e por outro lado, esteve uma empresa à procura de oportunidades de negócios no setor automóvel.

Recorda-se, que no ano passado participaram na Expo Automóvel de Macau as empresas BOCAR Automóvel e CAETANO AUTO. O objetivo da CV TradeInvest é de procurar e garantir cada vez maiores espaços de participação de empresas cabo-verdianas nas feiras de negócios internacionais.

Cabo Verde deslocou-se a Xangai para a participação na 2.ª Exposição Internacional de Importações da China (CIIE)

Com o comércio de serviços e exposição de produtos “Made in Cabo Verde” em foco, e apoiadas pelo Governo de Cabo Verde, o Ministério das Indústrias, Comercio e Energia em parceria com a CV TradeInvest organizaram várias empresas, para participarem na “2.ª Exposição Internacional de Importações da China” em Xangai, de 5 a 10 de Novembro, no intuito de promover e impulsionar os produtos “Made in Cabo Verde” com o objetivo de expandir o mercado no exterior.

A Delegação foi chefiada pelo Ministro da Indústria, Comércio e Energia, Eng. Alexandre Monteiro, e contou ainda com presenças estratégicas da CV TradeInvest, da ZEEMSV e do NOSI.

 

De realçar que Cabo Verde participou no evento com uma variedade de produtos para promoção, nomeadamente: Vinhos e licores de 3 empresas do Fogo- Chã, Maria Chaves e Sodade, enlatados de pescado, refrigerantes e cervejas da Empresa Strela, Cafés da Emicela e Cafés de Cabo Verde, queijos de 2 empresas (1 de Santo Antão e outra de Santiago), aguardentes de Santiago e Santo Antão e ainda como novidade o Kriol Gin e a Vodka da empresa Kriol Distillery Lda de Santiago.

 

Após a participação de Cabo Verde na 1ª edição da Expo de Xangai, realizado no ano passado, com uma presença mínima, o país nesta edição de 2019 apostou mais forte com um pavilhão de 136m2. Cabo Verde fez parte do “Pavilhão Country Exhibition”, numa área de 3000 m2, e num total de 64 países. Os países convidados de honra foram 15 no total. De destacar, que Cabo Verde esteve entre os 8 países da África que participaram e entre os 3 países da CPLP que participaram (Brasil, Cabo Verde e Portugal) no evento.

A próxima edição da CIIE regressa a 5-10 de Novembro de 2020, em Xangai.

V Missão Empresarial Alemã de Energia “Gestão Energética, incl. Energias Renováveis, nos Setores Agroalimentar e Economia Marítima de Cabo Verde”

V Missão Empresarial Alemã de Energia
“Gestão Energética, incl. Energias Renováveis, nos Setores Agroalimentar e Economia Marítima de Cabo Verde”

Organizada pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã e articulada com a XXIII edição da FIC – Feira Internacional de Cabo Verde

Em Cabo Verde, a alta dependência de fontes de energia primária, enquanto a maior parte da energia elétrica é gerada a partir de combustíveis fósseis, representa o desafio principal do setor energético. Os preços elevados de eletricidade, que resultam dos custos de importação de combustíveis fósseis, têm um impacto negativo não só na situação económica geral do arquipélago, mas também nos dois setores estrategicamente relevantes, o setor agroalimentar e a economia marítima. O comércio e consumo de produtos agrícolas, peixe fresco e produtos de pesca são fundamentais para a economia, o emprego e o bem-estar da população em Cabo Verde.

Devido ao aumento demográfico e económico bem como à urbanização, a procura por produtos alimentares, água doce e energia cresce continuamente. Ao mesmo tempo, há necessidade de implementar uma gestão energética mais eficiente e aumentar a produção de energia a partir de fontes renováveis, sendo umas das razões para a implementação do Programa Nacional para a Sustentabilidade Energética (PNSE) em Cabo Verde. Existem, portanto, condições promissoras em matéria de eficiência energética e energias renováveis para os setores agroalimentar e economia marítima de Cabo Verde.

Neste âmbito, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã (CCILA) realiza a

V Missão Empresarial Alemã de Energia a Cabo Verde entre 11 – 15 de novembro de 2019,
incluindo o V Simpósio Germano-Cabo-Verdiano de Energia e Reuniões Bilaterais.

Além disso, nos dias 13 a 16 de novembro, realizar-se-á a XXIII edição da FIC – Feira Internacional de Cabo Verde no Mindelo a maior plataforma de negócios do país com mais de 12.000 visitantes internacionais, reunindo representantes empresários e institucionais, decisores e quadros técnicos. A fim de aproveitar as sinergias destas duas iniciativas, fomentando contactos de parcerias bilaterais promissores entre as empresas alemãs e cabo-verdianas, a V Missão Empresarial Alemã de Energia será estreitamente articulada com as atividades da XXIII edição da FIC.

No V Simpósio Germano-Cabo-Verdiano de Energia do dia 12 de novembro, na Universidade do Mindelo (Auditório Onésimo Silveira) no Mindelo/São Vicente (ver programa aqui), que marcará o início da Missão e a agenda de atividades da semana da XXIII edição da FIC, poderá obter em primeira mão informações sobre as tecnologias e os desafios na área da eficiência energética, incl. energias renováveis, para os setores agroalimentar e economia marítima na Alemanha e em Cabo Verde. 6 empresas alemãs irão apresentar os seus produtos e serviços bem como possíveis domínios de cooperação com empresas em Cabo Verde.

Nos dias 13 a 15 de novembro serão realizadas Reuniões Bilaterais previamente agendadas entre os participantes alemães e potenciais parceiros cabo-verdianos, preferencialmente nas instalações das respetivas empresas e entidades cabo-verdianas. Em paralelo, está previsto a visita da delegação alemã à XXIII Edição da FIC.

São as seguintes 6 empresas alemãs que procuram parcerias com empresas cabo-verdianas e apresentam as suas soluções. Para consultar os perfis, clique na respetiva empresa:

biowatt energy GmbH
Lehner Innovative Produkte
PA-ID Process GmbH
Projekt GmbH
Sroka Stahl- und Anlagenbau UG & Co. KG
Unternehmensberatung POS

A participação no Simpósio com almoço incluído é gratuita, mas carece de inscrição prévia através da Ficha de Inscrição (baixar aqui). Após inscrição, a CCILA irá entrar em contacto com as empresas cabo-verdianas inscritas, a fim de agendar as reuniões bilaterais. O número de participantes é limitado. Agradecemos a sua inscrição até 4 de novembro de 2019.

Esta iniciativa é organizada em estreita colaboração com o Ministério da Indústria, Comércio e Energia (MICE), o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), o Ministério da Economia Marítima (MEM), a Cabo Verde TradeInvest (CVTI), as Câmaras de Comércio e Indústria de Sotavento (CCISS) e de Barlavento (CCB), a FIC bem como a consultora alemã RENAC (Renewables Academy), conta com o apoio do Ministério Federal Alemão de Economia e Energia e integra-se no âmbito da iniciativa “Exportinitiative Energie”.

Para mais informações queira contactar:

Simone Gomes (CCB) | missao.alema@becv.org | Tel.: +238 232 8495 | Tlm.: +238 583 1431
Paulo Azevedo (CCILA) | paulo-azevedo@ccila-portugal.com | Tel.: +351 213 211 204 | Tlm: +351 934 442 200

Parceiros:

Cabo Verde foi “País Parceiro” da Feira Internacional de Macau – MIF 2019

Cabo Verde e a província chinesa de Jiangsu foram “País parceiro” e “Província parceira” da 24.ª edição da Feira Internacional de Macau (24.ª MIF), que se realizou de 17 a 19 de outubro no The Venetian Macao, em Macau. Os dois montaram pavilhões temáticos no sentido exibir as suas vantagens singulares em termos de recursos, ampliar os canais de cooperação existentes e explorar bases ou janelas de cooperação potencial.

O Pavilhão Temático de Cabo Verde, instalado pela Cabo Verde TradeInvest, agência de Promoção de Investimento e Exportações de Cabo Verde, cobriu uma área de 180 metros quadrados e constituiu um lugar ideal para os participantes obterem informações como o ambiente e as políticas de investimento desse país, assim como o turismo MICE, o projecto da Zona Especial de Economia Marítima de São Vicente e as oportunidades económicas e comerciais.

A delegação cabo-verdiana foi composta por 16 empresas: Praia Tour, Arquitetura-Urbanismo-Design-Construção, Shanna, Abadia, Confeções Alves Monteiro, Cha-AGROCOOP, AFREEKANA – Cerveja Artesanal, Dalpk Gold & Filhos, Despacho Aduaneiro Adelino Barbosa, Agrotour, Electrotel, Farmácia Dias, Itom, Ral Generos Alimentícios e Comércio, Intercidades e Inforsal. Oito das empresas presentes tiveram um stand na Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2019 (2019PLPEX) que se realizou em simultâneo com a MIF no The Venetian Macao. No primeiro dia do evento, a marca Shanna participou no Macau Fashion com um desfile dos seus modelos de roupa.

Os Serviços do Comércio da província de Jiangsu levaram a cabo a instalação do Pavilhão Temático da Província de Jiangsu. Na sua área de exposição de quase 300 metros quadrados, 12 empresas da região exibendo os projectos do património cultural intangível, o artesanato característico e as indústrias vantajosas como tecnologia inteligente. Os dois pavilhões revestiram-se de carácter regional e os seus conteúdos de exposição ricos atraíram numerosos participantes para os visitarem e comunicarem com os expositores.

Quanto à criação do Pavilhão Temático de Cabo Verde, a Presidente da Cabo Verde TradeInvest, Ana Lima Barber, afirmou que a delegação cabo-verdiana atribuiu grande importância à MIF e à PLPEX e conseguiu resultados notáveis durante os últimos dois dias. “Por um lado, a participação nestes eventos permite que o país receba atenção de empresas de todo o mundo, especialmente da China, facilitando assim o estabelecimento de parcerias de cooperação, a exploração de novos mercados, bem como o aprofundamento de emparelhamento económico e comercial e de intercâmbio cultural. Por outro lado, a presença de Cabo Verde na presente edição da MIF e da PLPEX pode atrair os investidores a abrir negócios e fazer investimentos no seu país, de modo a promover a cooperação profunda entres as partes em diversas áreas, tais como turismo e energias renováveis”, afirmou.

Durante este período de três dias, foram celebrados 85 protocolos, tendo sido realizados mais de 400 encontros na Zona de Bolsa de Contactos. No total, mais de 70.000 visitantes participaram nestas duas exposições, com um aumento de 10% do número de visitantes profissionais em comparação com o ano passado.

As exposições deste ano articularam-se com as políticas de desenvolvimento da China, acompanhando de perto as novas tendências internacionais de investimento e proporcionando uma plataforma eficaz de promoção e exposição, assim como de intercâmbio e cooperação às empresas do Interior da China, dos países ao longo da Faixa e Rota, dos países lusófonos e até do resto do mundo, no sentido de ajudar as empresas na exploração do espaço de desenvolvimento e, ao mesmo tempo, demonstrar plenamente a dinâmica e o papel de Macau enquanto plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

A presente edição da MIF deu continuidade ao seu tema “Cooperação – Chave para Oportunidades de Negócio” e ocupou uma área de exposição de cerca de 24.000 metros quadrados, tendo sido instalados cerca de 1.500 stands de exposição. A presente edição da PLPEX, por sua vez, contou com uma área de cerca de 6.000 metros quadrados, na qual foram montados aproximadamente 250 stands de exposição.

Ambos os eventos absorveram elementos inovadores e, pela primeira vez, contaram com a adição da Zona de Inovação Científica e Tecnológica, da Zona de Exposição do Novo Modelo de Venda a Retalho Transfronteiriça, do Pavilhão de Produtos Brasileiros, assim como da Zona de Exibição dos Trabalhos da Plataforma de Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, tendo atraído um grande número de participantes para fazer visitas e consultas durante estes três dias.

Durante o decurso das duas exposições tiveram lugar mais de 30 fóruns, conferências, seminários de promoção e outras actividades de apoio no total, incluindo a 9.ª Cimeira para o Desenvolvimento Comercial e Industrial da Província de Jiangsu, Macau e dos Países de Língua Portuguesa e Fórum de Cooperação Jiangsu–Macau–Cabo Verde, a Sessão de Intercâmbio Económico e Comercial entre os Países de Língua Portuguesa, Fujian e Macau, a 16.ª Cimeira Mundial dos Empresários Chineses, o V Fórum de Jovens Empresários entre a China e os Países de Língua Portuguesa, a Sessão de Bolsa de Contactos Alusiva a Vinhos e Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa da 2019PLPEX e a Cimeira Económica e Empresarial dos Chineses do Mundo no mesmo período.

A 25.ª Feira Internacional de Macau e a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2020 realizar-se-ão entre os dias 22 e 24 de Outubro de 2020.