Notícias/Eventos

V Missão Empresarial Alemã de Energia “Gestão Energética, incl. Energias Renováveis, nos Setores Agroalimentar e Economia Marítima de Cabo Verde”

V Missão Empresarial Alemã de Energia
“Gestão Energética, incl. Energias Renováveis, nos Setores Agroalimentar e Economia Marítima de Cabo Verde”

Organizada pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã e articulada com a XXIII edição da FIC – Feira Internacional de Cabo Verde

Em Cabo Verde, a alta dependência de fontes de energia primária, enquanto a maior parte da energia elétrica é gerada a partir de combustíveis fósseis, representa o desafio principal do setor energético. Os preços elevados de eletricidade, que resultam dos custos de importação de combustíveis fósseis, têm um impacto negativo não só na situação económica geral do arquipélago, mas também nos dois setores estrategicamente relevantes, o setor agroalimentar e a economia marítima. O comércio e consumo de produtos agrícolas, peixe fresco e produtos de pesca são fundamentais para a economia, o emprego e o bem-estar da população em Cabo Verde.

Devido ao aumento demográfico e económico bem como à urbanização, a procura por produtos alimentares, água doce e energia cresce continuamente. Ao mesmo tempo, há necessidade de implementar uma gestão energética mais eficiente e aumentar a produção de energia a partir de fontes renováveis, sendo umas das razões para a implementação do Programa Nacional para a Sustentabilidade Energética (PNSE) em Cabo Verde. Existem, portanto, condições promissoras em matéria de eficiência energética e energias renováveis para os setores agroalimentar e economia marítima de Cabo Verde.

Neste âmbito, a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã (CCILA) realiza a

V Missão Empresarial Alemã de Energia a Cabo Verde entre 11 – 15 de novembro de 2019,
incluindo o V Simpósio Germano-Cabo-Verdiano de Energia e Reuniões Bilaterais.

Além disso, nos dias 13 a 16 de novembro, realizar-se-á a XXIII edição da FIC – Feira Internacional de Cabo Verde no Mindelo a maior plataforma de negócios do país com mais de 12.000 visitantes internacionais, reunindo representantes empresários e institucionais, decisores e quadros técnicos. A fim de aproveitar as sinergias destas duas iniciativas, fomentando contactos de parcerias bilaterais promissores entre as empresas alemãs e cabo-verdianas, a V Missão Empresarial Alemã de Energia será estreitamente articulada com as atividades da XXIII edição da FIC.

No V Simpósio Germano-Cabo-Verdiano de Energia do dia 12 de novembro, na Universidade do Mindelo (Auditório Onésimo Silveira) no Mindelo/São Vicente (ver programa aqui), que marcará o início da Missão e a agenda de atividades da semana da XXIII edição da FIC, poderá obter em primeira mão informações sobre as tecnologias e os desafios na área da eficiência energética, incl. energias renováveis, para os setores agroalimentar e economia marítima na Alemanha e em Cabo Verde. 6 empresas alemãs irão apresentar os seus produtos e serviços bem como possíveis domínios de cooperação com empresas em Cabo Verde.

Nos dias 13 a 15 de novembro serão realizadas Reuniões Bilaterais previamente agendadas entre os participantes alemães e potenciais parceiros cabo-verdianos, preferencialmente nas instalações das respetivas empresas e entidades cabo-verdianas. Em paralelo, está previsto a visita da delegação alemã à XXIII Edição da FIC.

São as seguintes 6 empresas alemãs que procuram parcerias com empresas cabo-verdianas e apresentam as suas soluções. Para consultar os perfis, clique na respetiva empresa:

biowatt energy GmbH
Lehner Innovative Produkte
PA-ID Process GmbH
Projekt GmbH
Sroka Stahl- und Anlagenbau UG & Co. KG
Unternehmensberatung POS

A participação no Simpósio com almoço incluído é gratuita, mas carece de inscrição prévia através da Ficha de Inscrição (baixar aqui). Após inscrição, a CCILA irá entrar em contacto com as empresas cabo-verdianas inscritas, a fim de agendar as reuniões bilaterais. O número de participantes é limitado. Agradecemos a sua inscrição até 4 de novembro de 2019.

Esta iniciativa é organizada em estreita colaboração com o Ministério da Indústria, Comércio e Energia (MICE), o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), o Ministério da Economia Marítima (MEM), a Cabo Verde TradeInvest (CVTI), as Câmaras de Comércio e Indústria de Sotavento (CCISS) e de Barlavento (CCB), a FIC bem como a consultora alemã RENAC (Renewables Academy), conta com o apoio do Ministério Federal Alemão de Economia e Energia e integra-se no âmbito da iniciativa “Exportinitiative Energie”.

Para mais informações queira contactar:

Simone Gomes (CCB) | missao.alema@becv.org | Tel.: +238 232 8495 | Tlm.: +238 583 1431
Paulo Azevedo (CCILA) | paulo-azevedo@ccila-portugal.com | Tel.: +351 213 211 204 | Tlm: +351 934 442 200

Parceiros:

CV TradeInvest visita empresas de Produção de grogue, Gin e Vodka

Uma equipa do Departamento de Exportação da Cabo Verde TradeInvest, constituída pela Diretora e Técnica, Leida Santos e Isabel Duarte, visitou as unidades de produção do grogue NhaKana em Ribeirão Chiqueiro e a produção da Kriol Gin, em Tira Chapéu, na cidade da Praia, no dia 8 de agosto.

A marca NhaKana do proprietário Jorge Semedo tem uma propriedade de 4 hectares de plantação de cana, fabrico de grogue através do seu trapiche e engarrafamento.

NhaKana difere o seu produto final como Aguardente Gold, Silver e de Primeira. O grogue esta inserido no mercado de Santiago, mas tem o objectivo da exportação para os Estados Unidos da América.

Por outro lado, a unidade de fabrico do Kriol Gin é mais pequena, mas dedica-se à produção de Gin e Vodka, sendo que esta última poderá ser encontrada no mercado muito em breve.

As matérias-primas usadas importadas já têm certificação internacional, tendo que também são usados produtos nacionais para a confeção do Gin. Têm capacidade de produção de 300 a 350 garrafas de 70cl por dia com 4 pessoas na produção diária. O seu objectivo é também começar a exportação para EUA, Lisboa e Luxemburgo.

A Kriol Gin faz também o engarrafamento em garrafas exclusivas para o Grupo Oásis e para a Tecnicil.

 

Cabo Verde TradeInvest anuncia participação de Cabo Verde como país parceiro na Feira Internacional de Macau 2019

A agência de promoção do investimento e exportação, Cabo Verde TradeInvest, anunciou esta sexta-feira, dia 19 de julho, a participação nacional na 24ª edição da Feira Internacional de Macau 2019 (24MIF) com um stand de 180 metros2, onde estarão expostos produtos e serviços Made in Cabo Verde para o mercado asiático.

A 24MIF será realizada entre 17 a 19 de outubro e a participação nacional será assegurada pela Cabo Verde TradeInvest, em cooperação com a Direção Geral do Turismo, Zona Económica Especial Marítima de São Vicente e Câmaras do Turismo e Comércio do Barlavento e Sotavento.

“As empresas têm de se deslocar para apresentar os seus produtos e serviços para terem mais oportunidades, o que trará benefícios para o país”, afirmou a presidente da agência, Ana Lima Barber, durante a conferência de imprensa.

“Estamos a trabalhar com ações muito concretas no sentido de trazer oportunidades ao país”, salientou também o Delegado de Cabo Verde junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, ponto focal da Cabo Verde TradeInvest, tendo apontado as áreas empresarial, saúde e cultura como de cooperação constante com Macau.

As inscrições para manifestação de interesse já se encontram disponíveis em https://cvtradeinvest.com/ficha-de-inscricao-registration-form e são de livre acesso a qualquer empresa que tenha o interesse em participar. As empresas inscritas serão posteriormente contactadas com as condições de participação.

A 24ª Feira Internacional de Macau é um evento organizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM) e outras Autoridades Económicas e Comerciais e Associações Comerciais de Macau, Hong Kong e China Continental que participam como co-organizadores.

Tem como tema de “Cooperação-Chave para Oportunidades de Negócios”, para demonstrar ao mundo as vantagens de Macau como Centro Mundial de Turismo e Lazer e uma excelente plataforma de negócios e serviços comerciais entre a China e os Países de Língua Portuguesa (PLP): a MIF pode oferecer oportunidades de negócios bem como benefícios sob o ambiente económico diversificado de Macau. A MIF também se dedica a apresentar potenciais parceiros aos expositores participantes, cultivando assim oportunidades dinâmicas de novos negócios para desenvolver e estabelecer negócios.

A participação será liderada pela Cabo Verde TradeInvest, juntamente com a Província de Jiangsu, enquanto Província Parceira, e constitui uma excelente oportunidade para reforçar a relação económica e comercial, com foco na atração de investimentos e a criação de oportunidades de possíveis parcerias com empresas de Macau, China.

O convite foi formalizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e visa aproveitar a plataforma e explorar as oportunidades de negócio entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com foco nas vantagens de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Cabo Verde terá um espaço dedicado para demonstração de produtos nacionais com potencial de exportação para o mercado asiático e participará também com uma delegação governamental constituída por uma equipa ministerial e de empresários que poderão realizar encontros com empresas no sentido de criar novas parcerias.

Prevê-se que o evento atraia cerca de 300 representantes governamentais, empresariais e de associações comerciais.

MIF é a primeira exposição local acreditada pela “UFI – The Global Association of the Exhibition Industry”, e é um dos mais famosos eventos internacionais anuais de economia e comércio em Macau.

Depois de em 2016, Portugal ter iniciado como País Paceiro na MIF, seguindo Angola em 2017 e 2018 Moçambique, 2019 será a vez de Cabo Verde como “País Parceiro” da 24ª edição da Feira Internacional de Macau (24MIF), que será no Centro de Convenções e Exposições do The Venetian Macao.

Mais informações em: 

Cabo Verde será “País Parceiro” da Feira Internacional de Macau 2019

Ficha de Inscrição/ Registration Form

Cabo Verde será “País Parceiro” da Feira Internacional de Macau 2019

Cabo Verde será o “País Parceiro” da 24ª edição da Feira Internacional de Macau (24MIF), no Centro de Convenções e Exposições do The Venetian Macao, a ter lugar de 17 a 19 de Outubro de 2019.

A participação será assegurada pela Cabo Verde TradeInvest, juntamente com a Província de Jiangsu, enquanto Província Parceira, e constitui uma excelente oportunidade para reforçar a relação económica e comercial, com foco na atracão de investimentos e a criação de oportunidades de possíveis parcerias com empresas de Macau, China.

O convite foi formalizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e visa aproveitar a plataforma e explorar as oportunidades de negócio entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com foco nas vantagens de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Cabo Verde terá um espaço dedicado para demonstração de produtos nacionais com potencial de exportação para o mercado asiático e participará também com uma delegação governamental constituída por uma equipa ministerial e de empresários que poderão realizar encontros com empresas no sentido de criar novas parcerias.

Para os empresários interessados em fazer parte da delegação nacional presente no evento, já está disponível o formulário de manifestação de interesse no link a baixo.

Os inscritos na plataforma serão posteriormente contactados no sentido de serem divulgadas mais informações sobre as condições de participação.

Ficha de Inscrição/ Registration Form

Delegado de CV no Fórum Macau participa no 14º Encontro Empresarial entre China e PLP

O 14º encontro empresarial entre China e Países de Língua Portuguesa, que está a decorrer em São Tomé e Príncipe, de 8 a 9 de julho, conta com a representação do Delegado de Cabo Verde junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, ponto focal da Cabo Verde TradeInvest.

O encontro deste ano está a ser realizado com cerca de 200 empresários chineses e da CPLP, tendo os setores do Turismo, Construção de infraestruturas aeroportuárias, Agricultura, Transformação de produtos agropecuários e Pescas em destaque.

Esta é a primeira vez que São Tomé e Príncipe acolhe este encontro de regime rotativo iniciado desde 2005 entre a China e Países de língua portuguesa, organizado pela Agência de Promoção do Comércio e Investimento de São Tomé e Príncipe, pelo Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China e pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.

Encontro sobre Inspeções de Segurança Alimentar e das Atividades Económicas em Macau

O primeiro Encontro entre os membros do Fórum das Inspeções de Segurança Alimentar e das Actividades Económicas (FISAAE) e o Fórum de Macau para debater da importância do comércio de Produtos Tradicionais dos Países de Língua Oficial Portuguesa realizou-se a 1 de julho, em Macau.

Durante o encontro, as partes revisitaram as temáticas da economia digital e a protecção e promoção da “Marca Lusófona”, as políticas alfandegárias de Macau e da China, entre outras. Macau recebeu pela primeira vez este Encontro como espaço que congrega os Países de Língua oficial e pela importância atribuída pelo Fórum Macau à área da Segurança Alimentar, pretendo o FISAAE estabelecer, a curto prazo, uma cooperação directa com o Fórum de Macau. Por outro lado, Macau criou no âmbito do projecto “Uma Plataforma, Três Centros” um Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa como instrumento de apresentação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China.

Com esta sessão de intercâmbio e debate pretende-se encontrar vias facilitadoras de entrada de produtos lusófonos no mercado chinês através de uma parceria com o Fórum Macau e os seus representantes, Delegados dos países membros deste mecanismo de cooperação que junta, em Macau, China e Países de Língua Portuguesa. Durante o Encontro será nomeado o Vice-Presidente do FISAAE e discutido o programa de actividades da Presidência de Timor-Leste para o biénio 2019-2020.

Cabo Verde está representado neste Encontro pela Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), membro do Fórum, na pessoa da sua Administradora, Patrícia Alfama, e acompanhado pelo Delegado de Cabo Verde junto do Fórum de Macau e ponto focal da Cabo Verde TradeInvest, Nuno Furtado.

O Fórum das Inspecções de Segurança Alimentar e Autoridades das Actividades Económicas (FISAAE) é constituído pelos nove países da CPLP e foi criado em 2013 por ocasião da realização do I Fórum das Autoridades de Inspecção Económica dos Países da CPLP na Praia. Desde a sua criação já foram realizados quatro Fóruns (Moçambique, Angola, Portugal, Timor-Leste) com o objectivo de estabelecer parcerias, promover adopção de boas práticas, fortalecer a acção inspectiva, promover a formação de quadros técnicos, prevenção de riscos emergentes e de forma geral desenvolver a cooperação na inspecção económica e segurança alimentar.

Cabo Verde participa na Exposição Económica e Comercial China/África

Cabo Verde está representado na Exposição Económica e Comercial China/África que vai decorrer de 27 e 29 de junho na província chinesa de Hunan, através do Delegado de Cabo Verde junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, ponto focal da Cabo Verde TradeInvest.

A Exposição Económica e Comercial China/África é uma oportunidade para os produtores nacionais apresentarem os seus produtos com destaque internacional no mercado asiático. Estão presentes na exposição as marcas Garça Real, Vinho Chã, Vinho Sodade, Cavivel, Frescomar, Fama e Emicela.

Neste evento, que se realiza pela primeira vez, participam mais cinquenta e três países africanos e representantes de instituições internacionais como a Organização de Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas, o Programa Mundial de Alimentos e a Organização Mundial do Comércio.

Tal como informa a Inforpress, mais de 1.500 convidados estrangeiros e 5.000 convidados chineses participarão no evento que decorre em Changsha, capital de Hunan, e que contará com 3.500 expositores, compradores e visitantes profissionais.

A exposição foi lançada no âmbito do Fórum de Cooperação China-África, e visa estabelecer um “novo mecanismo” de cooperação comercial e económica entre a China e os países africanos.

O país asiático tornou-se, em 2009, o maior parceiro comercial de África. Pelas estatísticas chinesas, em 2018, o comércio China-África somou 204 mil milhões de dólares (179 mil milhões de euros), um crescimento homólogo de 20%.

Mais informações em:

Cabo Verde quer uma cooperação ancorada nas empresas e na promoção empresarial com a China – Olavo Correia

https://www.inforpress.cv/cabo-verde-quer-uma-cooperacao-ancorada-nas-empresas-e-na-promocao-empresarial-com-a-china-olavo-correia/

Cabo Verde TradeInvest participa no Colóquio sobre a Cooperação Financeira para os Países de Língua Portuguesa

A 30 de Maio realizou-se a Cerimónia de Encerramento e de Entrega de Certificados do “Colóquio sobre a Cooperação Financeira para os Países de Língua Portuguesa”, organizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau em colaboração com a Universidade da Cidade de Macau, no Salão de Banquetes do MGM Macau. A Cabo Verde TradeInvest esteve representada pela sua Gestora de Clientes do Departamento de Investimento, Magda Moreno.

Este Colóquio decorreu entre os dias 20 de Maio e 1 de Junho de 2019 em Macau e Hubei, sendo o segundo colóquio realizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau durante este ano.

Inscreveram-se 26 funcionários, representantes e empresários de diversas áreas provenientes dos 7 países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, nomeadamente do Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste com intuito de receber formação em Macau.

Na primeira parte do Colóquio, foi realizada uma visita à Província de Hubei onde foram organizados dois Encontros para a Cooperação da Capacidade Produtiva e visitas às empresas locais, com o intuito de fazer intercâmbio com os empresários locais. Aquando do regresso a Macau, foram ainda organizadas diversas actividades tais como palestras temáticas sobre a Iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, a cooperação financeira da China no exterior, as políticas vigentes nos Sectores Bancário e Seguradoras, assim como a conjuntura actual de desenvolvimento sobre a diversificação adequada da economia de Macau, etc.

Foram ainda realizadas visitas às entidades envolvidas como ao Secretariado Permanente do Fórum de Macau, à Autoridade Monetária de Macau, à Direcção dos Serviços de Economia, entre outras. Os participantes tiveram também a oportunidade de participar nas principais actividades do 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas, da sessão subordinada “Desempenhar o Papel do Sector Financeiro enquanto Força Motriz para Impulsionar a Cooperação Pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa”.

A Cerimónia de Encerramento deste Colóquio contou com a presença do Secretário-Geral Adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, da Cônsul-Geral da República de Angola na RAEM, Dra. Sofia Pegado da Silva, do Cônsul Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, Dr. Paulo Cunha Alves, do Cônsul Honorário de Cabo Verde na RAEM, Sr. David Chow Kam Fai, do Pro-Reitor da Universidade da Cidade de Macau, Prof. Ip Kuai Peng, bem como dos Delegados dos Países de Língua Portuguesa do Fórum de Macau. O Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian, o Pro-Reitor da Universidade da Cidade de Macau, Prof. Ip Kuai Peng, e o representante rotativo do Colóquio, Sr. Adelino Pedro José Dabata, proferiram os seus discursos ao longo da cerimónia.

Durante o seu discurso, o Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian salientou que a cooperação financeira deve servir como agente da cooperação pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como instrumento eficaz para a realização de benefícios mútuos através do aproveitamento das vantagens complementares das duas partes. Este Colóquio permitiu aos formandos o acesso a uma plataforma de intercâmbio e estudo, possibilitando um maior esclarecimento e percepção da actual situação de cooperação financeira com o exterior realizada pelo Interior da China e Macau. Por fim, apelou aos participantes deste Colóquio para que pudessem dar continuidade ao trabalho desenvolvido até então, que apoiassem o trabalho do Fórum de Macau e aproveitassem a plataforma de Macau para promover a cooperação financeira entre a China e os Países de Língua Portuguesa, incentivando o desenvolvimento comum dos países envolvidos.

Badia Natural Cosmetics inaugura espaço na capital

A marca de cosméticos naturais a Badia, fundada por Lúcia Cardoso, já tem uma loja na Achada de Santo António, na cidade da Praia, inaugurada no dia 8 de junho.

A produtora da marca também foi uma das selecionadas está entre os 54 projetos empreendedores em África que vão estar presentes na 3ª Cimeira Women In África (WIA), que acontece de 27 a 28, em Marraquexe, Marrocos.

A Badia Natural Cosmetics, criada em 2017, é uma empresa social de artistas/mulheres que trabalham com comunidades e recursos naturais das ilhas vulcânicas de Cabo Verde.

A Badia produz cosméticos 100% naturais e artesanais e com um conceito terapêutico e sustentável de “Slow Life, Slow Cosmetics”, promove o bem-estar e o deleite dos sentidos num ritual de beleza e cuidado diário.

Atualmente a Badia tem produtos que cobrem as seguintes gamas: Sabonetes/shampoo sólido; Óleos corporais aromáticos; Cremes e manteigas; Máscaras faciais; Tónicos faciais; Esfoliantes de Sal e Óleos; Bálsamos (barba/cabelo/pele/lábios); Séruns rugas/olheiras; Perfume à base de; óleo/Perfume sólido.

Plataforma de inscrição do Cabo Verde Investment Forum já está disponível

A plataforma de inscrição online para o Cabo Verde Investment Forum, que se vai realizar nos dias 1, 2 e 3 de julho, no Hotel Hilton, em Santa Maria, Sal, já está disponível através do site http://www.caboverdeinvestmentforum.cv/ com data de encerramento a 15 de junho.

O Cabo Verde Investment Forum (CVIF), resulta do compromisso assumido pelo Governo na sequência da Conferência Internacional “Construindo Novas Parcerias para o Desenvolvimento sustentável de Cabo Verde”, realizada em dezembro de 2018, em Paris.

Considerando o papel central que se espera do sector privado na promoção do desenvolvimento e do crescimento económico nacionais, com a consequente maior e melhor criação de emprego com impacto na redução das franjas de pobreza, o Cabo Verde Investment Forum (CVIF) será realizado anualmente, com o objetivo de fortalecer a cooperação empresarial e daí, ampliar as oportunidades de negócios no país e na sua zona geográfica de influência.

O fórum tem o alto patrocínio do Gabinete do Primeiro Ministro e é organizado em parceria com o Governo, o Ministério das Finanças, a Bolsa de Valores, a Câmara de Comércio do Norte e a Câmara do Sotavento de Cabo Verde.

Os objectivos deste evento são o aceleramento de investimentos no sector financeiro privado e público, a implementação de Projectos catalisadores que promovam o crescimento económico sustentável e a criação de emprego em Cabo Verde.

Através das ações que estão programadas, será possível promover oportunidades de negócio para o investimento, mobilizar recursos financeiros necessários para a execução de projetos e promover parcerias nos grandes setores de Cabo Verde, nomeadamente: Agronegócios, Transporte, Economia Marítima, TIC’s, Turismo, Energia e Infraestruturas.

A lotação é limitada.