Notícias/Eventos

Cabo Verde será “País Parceiro” da Feira Internacional de Macau 2019

Cabo Verde será o “País Parceiro” da 24ª edição da Feira Internacional de Macau (24MIF), no Centro de Convenções e Exposições do The Venetian Macao, a ter lugar de 17 a 19 de Outubro de 2019.

A participação será assegurada pela Cabo Verde TradeInvest, juntamente com a Província de Jiangsu, enquanto Província Parceira, e constitui uma excelente oportunidade para reforçar a relação económica e comercial, com foco na atracão de investimentos e a criação de oportunidades de possíveis parcerias com empresas de Macau, China.

O convite foi formalizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e visa aproveitar a plataforma e explorar as oportunidades de negócio entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com foco nas vantagens de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Cabo Verde terá um espaço dedicado para demonstração de produtos nacionais com potencial de exportação para o mercado asiático e participará também com uma delegação governamental constituída por uma equipa ministerial e de empresários que poderão realizar encontros com empresas no sentido de criar novas parcerias.

Para os empresários interessados em fazer parte da delegação nacional presente no evento, já está disponível o formulário de manifestação de interesse no link a baixo.

Os inscritos na plataforma serão posteriormente contactados no sentido de serem divulgadas mais informações sobre as condições de participação.

Ficha de Inscrição/ Registration Form

Delegado de CV no Fórum Macau participa no 14º Encontro Empresarial entre China e PLP

O 14º encontro empresarial entre China e Países de Língua Portuguesa, que está a decorrer em São Tomé e Príncipe, de 8 a 9 de julho, conta com a representação do Delegado de Cabo Verde junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, ponto focal da Cabo Verde TradeInvest.

O encontro deste ano está a ser realizado com cerca de 200 empresários chineses e da CPLP, tendo os setores do Turismo, Construção de infraestruturas aeroportuárias, Agricultura, Transformação de produtos agropecuários e Pescas em destaque.

Esta é a primeira vez que São Tomé e Príncipe acolhe este encontro de regime rotativo iniciado desde 2005 entre a China e Países de língua portuguesa, organizado pela Agência de Promoção do Comércio e Investimento de São Tomé e Príncipe, pelo Conselho para a Promoção do Comércio Internacional da China e pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.

Encontro sobre Inspeções de Segurança Alimentar e das Atividades Económicas em Macau

O primeiro Encontro entre os membros do Fórum das Inspeções de Segurança Alimentar e das Actividades Económicas (FISAAE) e o Fórum de Macau para debater da importância do comércio de Produtos Tradicionais dos Países de Língua Oficial Portuguesa realizou-se a 1 de julho, em Macau.

Durante o encontro, as partes revisitaram as temáticas da economia digital e a protecção e promoção da “Marca Lusófona”, as políticas alfandegárias de Macau e da China, entre outras. Macau recebeu pela primeira vez este Encontro como espaço que congrega os Países de Língua oficial e pela importância atribuída pelo Fórum Macau à área da Segurança Alimentar, pretendo o FISAAE estabelecer, a curto prazo, uma cooperação directa com o Fórum de Macau. Por outro lado, Macau criou no âmbito do projecto “Uma Plataforma, Três Centros” um Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa como instrumento de apresentação de produtos alimentares dos Países de Língua Portuguesa para a China.

Com esta sessão de intercâmbio e debate pretende-se encontrar vias facilitadoras de entrada de produtos lusófonos no mercado chinês através de uma parceria com o Fórum Macau e os seus representantes, Delegados dos países membros deste mecanismo de cooperação que junta, em Macau, China e Países de Língua Portuguesa. Durante o Encontro será nomeado o Vice-Presidente do FISAAE e discutido o programa de actividades da Presidência de Timor-Leste para o biénio 2019-2020.

Cabo Verde está representado neste Encontro pela Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), membro do Fórum, na pessoa da sua Administradora, Patrícia Alfama, e acompanhado pelo Delegado de Cabo Verde junto do Fórum de Macau e ponto focal da Cabo Verde TradeInvest, Nuno Furtado.

O Fórum das Inspecções de Segurança Alimentar e Autoridades das Actividades Económicas (FISAAE) é constituído pelos nove países da CPLP e foi criado em 2013 por ocasião da realização do I Fórum das Autoridades de Inspecção Económica dos Países da CPLP na Praia. Desde a sua criação já foram realizados quatro Fóruns (Moçambique, Angola, Portugal, Timor-Leste) com o objectivo de estabelecer parcerias, promover adopção de boas práticas, fortalecer a acção inspectiva, promover a formação de quadros técnicos, prevenção de riscos emergentes e de forma geral desenvolver a cooperação na inspecção económica e segurança alimentar.

Cabo Verde participa na Exposição Económica e Comercial China/África

Cabo Verde está representado na Exposição Económica e Comercial China/África que vai decorrer de 27 e 29 de junho na província chinesa de Hunan, através do Delegado de Cabo Verde junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, ponto focal da Cabo Verde TradeInvest.

A Exposição Económica e Comercial China/África é uma oportunidade para os produtores nacionais apresentarem os seus produtos com destaque internacional no mercado asiático. Estão presentes na exposição as marcas Garça Real, Vinho Chã, Vinho Sodade, Cavivel, Frescomar, Fama e Emicela.

Neste evento, que se realiza pela primeira vez, participam mais cinquenta e três países africanos e representantes de instituições internacionais como a Organização de Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas, o Programa Mundial de Alimentos e a Organização Mundial do Comércio.

Tal como informa a Inforpress, mais de 1.500 convidados estrangeiros e 5.000 convidados chineses participarão no evento que decorre em Changsha, capital de Hunan, e que contará com 3.500 expositores, compradores e visitantes profissionais.

A exposição foi lançada no âmbito do Fórum de Cooperação China-África, e visa estabelecer um “novo mecanismo” de cooperação comercial e económica entre a China e os países africanos.

O país asiático tornou-se, em 2009, o maior parceiro comercial de África. Pelas estatísticas chinesas, em 2018, o comércio China-África somou 204 mil milhões de dólares (179 mil milhões de euros), um crescimento homólogo de 20%.

Mais informações em:

Cabo Verde quer uma cooperação ancorada nas empresas e na promoção empresarial com a China – Olavo Correia

https://www.inforpress.cv/cabo-verde-quer-uma-cooperacao-ancorada-nas-empresas-e-na-promocao-empresarial-com-a-china-olavo-correia/

Cabo Verde TradeInvest participa no Colóquio sobre a Cooperação Financeira para os Países de Língua Portuguesa

A 30 de Maio realizou-se a Cerimónia de Encerramento e de Entrega de Certificados do “Colóquio sobre a Cooperação Financeira para os Países de Língua Portuguesa”, organizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau em colaboração com a Universidade da Cidade de Macau, no Salão de Banquetes do MGM Macau. A Cabo Verde TradeInvest esteve representada pela sua Gestora de Clientes do Departamento de Investimento, Magda Moreno.

Este Colóquio decorreu entre os dias 20 de Maio e 1 de Junho de 2019 em Macau e Hubei, sendo o segundo colóquio realizado pelo Centro de Formação do Fórum de Macau durante este ano.

Inscreveram-se 26 funcionários, representantes e empresários de diversas áreas provenientes dos 7 países integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, nomeadamente do Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste com intuito de receber formação em Macau.

Na primeira parte do Colóquio, foi realizada uma visita à Província de Hubei onde foram organizados dois Encontros para a Cooperação da Capacidade Produtiva e visitas às empresas locais, com o intuito de fazer intercâmbio com os empresários locais. Aquando do regresso a Macau, foram ainda organizadas diversas actividades tais como palestras temáticas sobre a Iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, a cooperação financeira da China no exterior, as políticas vigentes nos Sectores Bancário e Seguradoras, assim como a conjuntura actual de desenvolvimento sobre a diversificação adequada da economia de Macau, etc.

Foram ainda realizadas visitas às entidades envolvidas como ao Secretariado Permanente do Fórum de Macau, à Autoridade Monetária de Macau, à Direcção dos Serviços de Economia, entre outras. Os participantes tiveram também a oportunidade de participar nas principais actividades do 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infra-estruturas, da sessão subordinada “Desempenhar o Papel do Sector Financeiro enquanto Força Motriz para Impulsionar a Cooperação Pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa”.

A Cerimónia de Encerramento deste Colóquio contou com a presença do Secretário-Geral Adjunto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Dr. Ding Tian, da Cônsul-Geral da República de Angola na RAEM, Dra. Sofia Pegado da Silva, do Cônsul Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, Dr. Paulo Cunha Alves, do Cônsul Honorário de Cabo Verde na RAEM, Sr. David Chow Kam Fai, do Pro-Reitor da Universidade da Cidade de Macau, Prof. Ip Kuai Peng, bem como dos Delegados dos Países de Língua Portuguesa do Fórum de Macau. O Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian, o Pro-Reitor da Universidade da Cidade de Macau, Prof. Ip Kuai Peng, e o representante rotativo do Colóquio, Sr. Adelino Pedro José Dabata, proferiram os seus discursos ao longo da cerimónia.

Durante o seu discurso, o Secretário-Geral Adjunto, Dr. Ding Tian salientou que a cooperação financeira deve servir como agente da cooperação pragmática entre a China e os Países de Língua Portuguesa, bem como instrumento eficaz para a realização de benefícios mútuos através do aproveitamento das vantagens complementares das duas partes. Este Colóquio permitiu aos formandos o acesso a uma plataforma de intercâmbio e estudo, possibilitando um maior esclarecimento e percepção da actual situação de cooperação financeira com o exterior realizada pelo Interior da China e Macau. Por fim, apelou aos participantes deste Colóquio para que pudessem dar continuidade ao trabalho desenvolvido até então, que apoiassem o trabalho do Fórum de Macau e aproveitassem a plataforma de Macau para promover a cooperação financeira entre a China e os Países de Língua Portuguesa, incentivando o desenvolvimento comum dos países envolvidos.

Badia Natural Cosmetics inaugura espaço na capital

A marca de cosméticos naturais a Badia, fundada por Lúcia Cardoso, já tem uma loja na Achada de Santo António, na cidade da Praia, inaugurada no dia 8 de junho.

A produtora da marca também foi uma das selecionadas está entre os 54 projetos empreendedores em África que vão estar presentes na 3ª Cimeira Women In África (WIA), que acontece de 27 a 28, em Marraquexe, Marrocos.

A Badia Natural Cosmetics, criada em 2017, é uma empresa social de artistas/mulheres que trabalham com comunidades e recursos naturais das ilhas vulcânicas de Cabo Verde.

A Badia produz cosméticos 100% naturais e artesanais e com um conceito terapêutico e sustentável de “Slow Life, Slow Cosmetics”, promove o bem-estar e o deleite dos sentidos num ritual de beleza e cuidado diário.

Atualmente a Badia tem produtos que cobrem as seguintes gamas: Sabonetes/shampoo sólido; Óleos corporais aromáticos; Cremes e manteigas; Máscaras faciais; Tónicos faciais; Esfoliantes de Sal e Óleos; Bálsamos (barba/cabelo/pele/lábios); Séruns rugas/olheiras; Perfume à base de; óleo/Perfume sólido.

Plataforma de inscrição do Cabo Verde Investment Forum já está disponível

A plataforma de inscrição online para o Cabo Verde Investment Forum, que se vai realizar nos dias 1, 2 e 3 de julho, no Hotel Hilton, em Santa Maria, Sal, já está disponível através do site http://www.caboverdeinvestmentforum.cv/ com data de encerramento a 15 de junho.

O Cabo Verde Investment Forum (CVIF), resulta do compromisso assumido pelo Governo na sequência da Conferência Internacional “Construindo Novas Parcerias para o Desenvolvimento sustentável de Cabo Verde”, realizada em dezembro de 2018, em Paris.

Considerando o papel central que se espera do sector privado na promoção do desenvolvimento e do crescimento económico nacionais, com a consequente maior e melhor criação de emprego com impacto na redução das franjas de pobreza, o Cabo Verde Investment Forum (CVIF) será realizado anualmente, com o objetivo de fortalecer a cooperação empresarial e daí, ampliar as oportunidades de negócios no país e na sua zona geográfica de influência.

O fórum tem o alto patrocínio do Gabinete do Primeiro Ministro e é organizado em parceria com o Governo, o Ministério das Finanças, a Bolsa de Valores, a Câmara de Comércio do Norte e a Câmara do Sotavento de Cabo Verde.

Os objectivos deste evento são o aceleramento de investimentos no sector financeiro privado e público, a implementação de Projectos catalisadores que promovam o crescimento económico sustentável e a criação de emprego em Cabo Verde.

Através das ações que estão programadas, será possível promover oportunidades de negócio para o investimento, mobilizar recursos financeiros necessários para a execução de projetos e promover parcerias nos grandes setores de Cabo Verde, nomeadamente: Agronegócios, Transporte, Economia Marítima, TIC’s, Turismo, Energia e Infraestruturas.

A lotação é limitada.

Banco de Cabo Verde participa no 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas em Macau

Mais de 50 responsáveis governamentais provenientes de cerca de 40 países e regiões, entre os quais Angola, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, participam este ano no 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas, de acordo com informação anunciada em Macau.

Esta edição do Fórum, a decorrer em Macau, nos dias 30 e 31 de maio, é coorganizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pela Associação dos Construtores Civis Internacionais da China, estando prevista, além dos responsáveis governamentais, a presença de mais de dois mil participantes políticos, empresariais e académicos provenientes de mais de 70 países e regiões.

Neste 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas, vão participar o Banco de Cabo Verde, através do seu Administrador, Carlos Rocha e a Diretora do Departamento de Supervisão Microprudencial, Dra. Suzy Brito. À margem do Fórum Internacional sobre o Investimento, irá decorrer o Seminário sobre “Avanço da Cooperação entre os Bancos Comerciais dos Países de Língua Portuguesa”, organizado pelo Secretariado Permanente do Fórum de Macau.

A 10.ª edição do Fórum, subordinada ao tema “Promover a alta qualidade e o desenvolvimento sustentável da infraestrutura internacional”, irá integrar uma série de fóruns temáticos, fóruns paralelos e atividades temáticas, bem como exposições, promoção de projetos e bolsa de contactos, entre outras atividades de negociações.

Ao longo das atividades deste ano, tal como em edições anteriores, serão lançados o “Índice de Desenvolvimento das Infraestruturas dos Países Abrangidos pela Iniciativa Faixa e Rota (2019)” e o “Relatório de Análise do Índice de Desenvolvimento das Infraestruturas dos Países Abrangidos pela Iniciativa Faixa e Rota (2019).”

O Fórum, que desde 2012 se realiza anualmente em Macau, foi palco na edição de 2018 de 14 fóruns especiais, fóruns temáticos, fóruns paralelos e atividades relacionadas e assinaturas de acordos de projetos de cooperação.

Recorde-se que a Ministra das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação de Cabo Verde, Eng. Eunice Silva, participou no 9.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas, realizado em maio de 2018, em Macau.

Ministério da Saúde e da Segurança Social assina Memorando com o Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa de Guangdong – Macau

O Fórum Internacional de Desenvolvimento da Medicina Tradicional 2019 (Europa e África) foi inaugurado no dia 15 de maio de 2019, em Lisboa, Portugal, organizado conjuntamente pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e pela Administração Estatal da Medicina Tradicional Chinesa da República Popular da China e coordenado pelo Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação entre Guangdong e Macau (adiante designado por “Parque Industrial”).

Na cerimónia de abertura foi assinado o memorando de cooperação entre o Parque e o Ministério da Saúde e da Segurança Social da República de Cabo Verde, com o objectivo de expandir e aprofundar a sua cooperação na área da medicina tradicional.

A cerimónia de abertura do evento contou ainda com a presença do Chefe do Executivo da RAEM, Fernando Chui Sai On, do Representante do Ministro da Saúde e da Segurança Social da República de Cabo Verde, do Embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Correia Monteiro, do Embaixador da República Popular da China na República Portuguesa, Cai Run, do Vice-Ministro de Saúde da República de Moçambique, João Leopoldo da Costa e do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura do Governo da RAEM, Alexis Tam Chon Weng. 

O representante do Ministro da Saúde e da Segurança Social da República de Cabo Verde, o Embaixador de Cabo Verde em Portugal, Eurico Correia Monteiro, e o Vice-Ministro de Saúde da República de Moçambique, João Leopoldo da Costa, todos afirmaram na sua intervenção acreditar no intercâmbio e na cooperação potencializada pela realização deste Fórum que irá contribuir para fomentar a investigação alusiva à medicina tradicional, otimizar os respetivos produtos farmacêuticos, e para apoiar na globalização da medicina tradicional e alternativa nos países europeus e africanos. Adicionalmente, exortaram os parceiros a continuarem a apoiar os países na conceção e implementação dos programas, políticas e planos nacionais para o desenvolvimento da medicina tradicional.

Na cerimónia de abertura, foi assinado um Memorando de Cooperação entre o Parque Industrial e o Ministério da Saúde e da Segurança Social da República de Cabo Verde, sendo que ambos irão expandir e aprofundar a sua cooperação na área da Medicina Tradicional e impulsionar, de mãos dadas, o intercâmbio e a cooperação em Medicina Tradicional entre a China e Cabo Verde.

O Parque Industrial irá ainda fornecer ao Ministério de Cabo Verde e às suas entidades subordinadas a direcção, a consultadoria técnica e sugestões para a consultadoria política, bem como a formação profissional na área da MTC e o controlo da qualidade. O Ministério, por seu turno, irá ajudar o Parque na promoção do registo, comércio, formação e cooperação sobre os projectos da indústria dos medicamentos tradicionais e suplementos alimentares. Adicionalmente, na cerimónia de abertura foi realizada uma cerimónia de contratação oficial dos orientadores da Base de Intercâmbio Internacional entre Jovens Médicos de Medicina Tradicional. Os jovens médicos da China, Cabo Verde e Moçambique demonstraram várias técnicas de MTC aos convidados presentes. Além disso, foram organizadas, no mesmo dia, as “Actividades Internacionais de Intercâmbio ‘AMIGO’ dos Jovens Médicos de Medicina Tradicional” e uma bolsa de contactos.

O presente Fórum contou com a presença do Delegado de Cabo Verde junto do Fórum de Macau e ponto focal da Cabo Verde TradeInvest, Nuno Furtado, e que vem coordenando todo este dossiê junto do Ministério da Saúde de Cabo Verde.

O evento teve ainda com o apoio das entidades competentes governamentais, associações da área e instituições académicas, designadamente a Associação de Comerciantes e Industriais Luso-Chinesa, Embaixada da República Popular da China na República Portuguesa, Delegação Económica e Comercial de Macau em Lisboa, Ministério da Saúde da República de Moçambique, Ministério da Saúde e da Segurança Social da República de Cabo Verde, Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), Serviços de Saúde do Governo da RAEM, e a Universidade de Macau.

Secretariado do Fórum de Macau reúne-se com a Cabo Verde TradeInvest

Uma delegação do Secretariado Permanente do Fórum Macau esteve reunida com a Cabo Verde TradeInvest esta segunda-feira, dia 22 de abril, na sede da agência, com o objectivo de fazer o balanço das relações China-Cabo Verde.

No âmbito do quadro do aprofundamento das relações de cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, a equipa de 14 elementos esteve acompanhada pelo Delegado de Cabo Verde no Fórum Macau, Nuno Furtado, num encontro que decorreu com a presença da presidente do Conselho de Administração da agência, Ana Lima Barber, a Administradora, Nádia Monteiro, e a Diretora de Exportação, Leida Santos.

A delegação foi liderada pelo Diretor do Comércio da China, Sun Tong, e pelo Secretário-geral Adjunto, Ding Tian.

O encontro foi realizado no seguimento das visitas da delegação aos Países de Língua Portuguesa e foi um momento para analisar diversos temas como o 13º Encontro de Empresários entre a China e os Países de Língua Portuguesa, a Conferência Ministerial do Fórum Macau em 2020, incremento do investimento chinês em Cabo Verde, divulgação de produtos Made in CV, de Cabo Verde como destino de turismo e de negócios, além de outros temas.

Após a visita a Cabo Verde, a delegação segue para Lisboa a 23 de abril onde vai dar continuidade aos encontros e finalizar primeira ronda de visitas aos Países de Língua Portuguesa, iniciada a 16 de abril com passagem por São Tomé e Príncipe e Portugal.